Ipatinga

saúde

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Oito em cada 10 casos de câncer na região da cabeça e pescoço têm relação com o cigarro

    Entre os mais atingidos estão os homens, principalmente a partir de 50 anos

    Por Plox

    03/07/2019 18h17 - Atualizado há mais de 2 anos

    Oito em cada 10 diagnósticos de câncer em regiões da cabeça e pescoço têm relação com o consumo de cigarros (seja fumante ou ex-fumante), é o que mostram os números do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo. Além disso, de 10 cânceres nessa região, três são provocados por cigarros e álcool, conforme o Instituto Nacional do Câncer (Inca). 

    Oito em cada dez casos de câncer de cabeça e pescoço têm a ver com cigarro Pixabay

     

    Oito em cada dez casos de câncer de cabeça e pescoço estão relacionados ao cigarro- Foto: Pixabay

    Entre os mais atingidos estão os homens (duas vezes mais que as mulheres), em todos os tipos de tumores, especialmente com idades entre 50 e 60 anos. Na região da boca, os casos chegam a 11,2 mil, no esôfago os números chegam a 8,24 mil, e de câncer na laringe 6,39 mil pessoas são afetadas. Conforme a oncologista Janaína Jabur, os sinais ocorrem quando "normalmente, o paciente sente alguma área endurecida ou uma ferida persistente, dolorosa e sangramento que prejudica a fala e/ou a alimentação", além de a pessoa ficar rouca com frequência e ter dificuldade para engolir os alimentos. O papilomavírus humano, o HPV, é um grande fator de risco, sendo transmitido sexualmente e provoca câncer de colo de útero e outros. Dentre algumas orientações para reduzir o risco pelo vírus está a vacinação contra o HPV, tanto para as garotos, quanto para os rapazes, além de fazer uso do preservativo durante as relações sexuais. Além disso, deve-se ter uma vida com hábitos saudáveis e a qualquer sinal, sintoma, um especialista deve ser procurado.

    Atualizada às 16h50

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]