Ipatinga

mundo

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Estudante de medicina encontra corpo de amigo em aula de anatomia

    Ele saiu da sala chorando e gritando ao ver o cadáver do amigo

    Por Plox

    03/08/2021 17h46 - Atualizado há cerca de 2 meses

    O estudante de medicina de 26 anos ficou em choque durante uma aula de anatomia ao ver o corpo do amigo. Ele saiu da sala correndo e chorando por conta do cadáver.

    Enya Egbe contou que estudava na Universidade de Calabar, na Nigéria, e durante a aula estava com outros alunos em volta de três mesas, no qual tinha um corpo em cada uma. Ao se aproximar da mesa, ele viu que o corpo que iria dissecar era de seu amigo Divine. Logo a seguir ele gritou e correu.

    "Costumávamos ir a clubes juntos. Tinha dois buracos de bala no lado direito do peito dele.", disse o homem.

    O estudante entrou em contato com a família de Divine, que estava procurando por ele. Os familiares tinham ido em várias delegacias após terem sido informados que o homem e três amigos tinham sido presos por agentes de segurança no caminho de volta de uma noitada.

    Enya Egbe ainda se sente mal ao lembrar do dia que viu o corpo do amigo em aula/Foto: Arquivo pessoal/BBC

     

    O comerciante Cheta Nnamani, de 36 anos, disse em depoimento que ajudou agentes de segurança a se livrarem dos corpos de pessoas que eles torturaram e executaram. O homem também contou que já foi convidado a carregar três cadáveres em uma van. Ele foi algemado dentro do veículo e levado até o Hospital Universitário da Universidade da Nigéria (UNTH), onde descarregou os corpos.

    "Às vezes, a polícia tenta nos forçar a aceitar os corpos, mas insistimos para que os levassem a um hospital do governo", disse Ugonna Amamasi, administrador de um necrotério que parou de aceitar corpos de supostos criminosos, porque a polícia raramente fornecia identificação ou notificava parentes do falecido.
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]