Ipatinga

política

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Prefeito mineiro é denunciado por receber vacina antes da população

    Gestor afirmou que tomou dose como dentista, mas o fato não foi comprovado

    Por Plox

    03/09/2021 14h46 - Atualizado há 25 dias

    O prefeito de Barão de Cocais, na região Central de Minas, Décio Geraldo dos Santos (PSB), de 49 anos, foi denunciado pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) por suspeita de desvio de vacinas contra a covid-19. A informação foi publicada nessa quinta-feira (2).

    De acordo com o órgão, Décio e a esposa receberam o imunizante em fevereiro deste ano, tão logo chegou a primeira remessa de compostos químicos. Na época, a prioridade deveria ser dos profissionais da saúde que atuavam no enfrentamento da doença.

    Devido ao problema, o político pode ser preso por crime de responsabilidade, infração em que um gestor apropria-se de bens ou rendas públicas em proveito próprio. A pena prevista é de reclusão, de dois a 12 anos.

    Décio Geraldo dos Santos (PSB), de 49 anos, foi denunciado pelo Ministério Público de Minas Gerais. Foto: reprodução/ redes sociais

     

    Para a Procuradoria de Justiça Especializada no Combate aos Crimes Praticados por Agentes Políticos Municipais, Décio "decidiu ser vacinado, bem como determinou que sua esposa igualmente o fosse, em detrimento dos indivíduos que deveriam e mereciam receber a vacina em primeiro lugar".

    Ao defender-se, o chefe do Executivo afirmou que ele e a esposa foram imunizados porque estavam exercendo a atividade de dentista. O inquérito, no entanto, aponta falta de comprovação da afirmação.

    Leia nota do prefeito na íntegra

    "Recebi nessa quinta-feira, dia 02 de setembro, a denúncia do Ministério Público de Minas Gerais sobre suspeitas referentes à minha vacinação e da minha esposa durante a campanha de imunização contra a Covid-19.

    De acordo com o que foi noticiado pelo Ministério Público, não foi demonstrado que eu atuava como dentista. Bom, isso simplesmente não procede e acredito que toda Barão de Cocais pode ser testemunha disso.

    Tenho imenso respeito pelo MP e pelos órgãos de investigação. Mas como todos vocês sabem, somos dentistas e fomos vacinados, assim como demais profissionais após todos os da linha de Serviço Público no combate à Covid. Outros dentistas e trabalhadores da saúde também receberam a primeira dose naquele momento.

    Meu trabalho como dentista, graças a Deus, é conhecido por todos e minha esposa, além de profissional atuante, é diretora da clínica onde trabalhamos.

    Confio na Justiça e continuarei colaborando com as investigações, como já vinha fazendo. Estou, como sempre estive, aberto a prestar os esclarecimentos e com a consciência tranquila, independentemente da aceitação ou não da denúncia.

    Me orgulho da minha profissão de dentista, dos meus pacientes e doas minhas funções como prefeito. Jamais desrespeitaria esses compromissos que assumi quando me formei e quando tomei posse como prefeito municipal.

    Como todos os desafios já superados, tenho certeza que mais esse também será.

    Vamos com fé. Obrigado pelo apoio de sempre! Um forte abraço.

    Décio dos Santos"

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]