Usiminas Mecânica conquista Prêmio Socioambiental

03/10/2019 09:24

A entrega oficial da premiação será em março de 2020 em São Paulo

Publicidade

A Usiminas Mecânica conquistou pelo segundo ano consecutivo o Prêmio Socioambiental Chico Mendes e o Selo Verde de sustentabilidade na categoria Gestão Socioambiental Responsável, concedido pelo Instituto Chico Mendes como reconhecimento às iniciativas sustentáveis das empresas.

Comprometida com a promoção do uso eficiente dos recursos naturais, a Usiminas Mecânica possui como prática a implementação de tecnologias para a proteção do meio ambiente e desenvolvimento sustentável, prevenção impactos e aplicação de campanhas educativas para seus colaboradores e comunidade.

Nesse contexto, a certificação do Selo Verde é mais uma forma de sinalizar aos clientes, colaboradores e à comunidade  que a empresa é ambientalmente correta, economicamente viável e socialmente responsável.

usiminasAs colaboradoras Rosilene Gandra, Aritana Raquel, Amanda Duque, Flavia Cristina Passos e Blandina Silva exibindo o Selo Verde. Foto: divulgação.

Para o gerente de Segurança do Trabalho e Meio Ambiente, Alvanir Souza as empresas Usiminas têm grande preocupação com o Meio Ambiente e várias ações são realizadas com o objetivo de garantir a sustentabilidade, conservação e a proteção ambiental. “Mantermos a certificação do Selo Verde é reflexo do trabalho ambiental em desenvolvimento na Usiminas Mecânica e vem para atestar o compromisso que todas as empresas do grupo têm com a Responsabilidade Socioambiental”, afirma.

O Prêmio Socioambiental Chico Mendes está em sua 12ª edição com o objetivo de motivar as organizações a contribuir com a conservação e a proteção ambiental, promoção humana e inclusão social. Para concorrer, as empresas são submetidas a análises pela banca examinadora, composta por um corpo técnico do Instituto Chico Mendes.

Os critérios analisados envolvem a política de sustentabilidade implantada nas organizações, a gestão social e ambiental e indicadores sobre a utilização dos recursos naturais e o potencial de poluição, de acordo com a lei 10.165/2000.

A entrega oficial da premiação será em março de 2020 em São Paulo.
 



Publicidade