Ipatinga

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Urgente: sobe para 5 o número de suspeitos de coronavírus em Ipatinga

    Por Plox

    04/03/2020 21h40 - Atualizado há mais de 1 ano

    Na tarde desta quarta-feira (4), a Secretaria de Saúde de Ipatinga informou a existência de três novos casos suspeitos de Covid-19, a doença causada pela infecção pelo novo coronavírus, em Ipatinga-MG. De acordo com a pasta, as três pessoas vieram de uma excursão de Israel no último sábado (29). 

    HMC 2 Foto: Divulgação/HMC

     

    Com os novos casos suspeitos, o número de suspeitos na cidade chega à cinco, somando com os outros dois casos de um homem e uma mulher que vieram da Europa com sintomas. Ainda se aguarda o resultado final dos exames.

    De acordo com informações, os pacientes procuraram o Hospital Márcio Cunha (HMC) na noite de domingo (1), apresentando sintomas de gripe. 

    De acordo com a pasta, os demais membros da excussão não apresentaram sintomas, mas continuarão sendo acompanhados pela Secretaria de Saúde. 

    Os outros dois casos suspeitos de coronavírus em Ipatinga

    Um paciente chegou da Itália, onde mora há alguns anos, com sintomas característicos. Ele desembarcou em Belo Horizonte para acompanhar o filho, que estava internado em um hospital com o diagnóstico de Meningite. A família é oriunda de Ipatinga. 

    Na tarde de sexta-feira (28), o garoto veio a óbito. Segundo o hospital, no momento de resolver a papelada para liberação do corpo do garoto, os responsáveis tomaram conhecimento que o homem tinha vindo da Itália, um dos países com grande surto de coronavírus. Como ele aparentava os sintomas, passou a ser considerado um caso suspeito.

    Com a morte do filho, o homem teria pegado seus pertences no hospital e vindo para o Vale do Aço, para realizar o velório e sepultamento.

    A Secretaria de Saúde do município foi informada e conseguiu localizar o homem, que foi encaminhado ao Hospital Municipal Eliane Martins, ficando em isolamento. O paciente foi submetido a exames para saber se é confirmado como um caso de coronavírus.

    De acordo com a secretária de Saúde de Ipatinga, Érica Dias, a outra paciente, uma mulher, chegou da Itália e, por ter plano de saúde, ela buscou atendimento no Hospital Márcio Cunha.

    Foram feitas as coletas de sangue para análises laboratoriais e a paciente foi liberada, ficando em isolamento domiciliar, até que o resultado dos exames sejam informados.

    Testes

    Em caso de suspeita da doença, uma coleta de secreção deve ser feita pelos profissionais da saúde que estiverem atendendo o paciente. O teste é realizado para alguns vírus mais comuns que causam síndromes respiratórias, na Fundação Ezequiel Dias (Funed), bem como o específico para Coronavírus, na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

    Conforme explica a secretária de Saúde de Ipatinga, Érica Dias, toda a rede assistencial da área na região vem se preparando, tanto na rede pública quanto na privada. “Independente de termos casos suspeitos ou não, estamos seguindo o Plano de Contingência do Ministério da Saúde, ficando em estado de alerta. Toda a parte médica, de regulação, de atendimento, já está com os protocolos estabelecidos, se preparando para atuar caso seja necessário”, destacou. 

    Orientações da Saúde

    A orientação do governo municipal é que aos primeiros sintomas da doença como febre, tosse e dificuldade para respirar, o paciente procure a unidade mais próxima de sua casa. A infectologista Carmelinda Lobato esclarece: “Iremos considerar um caso suspeito de Coronavírus a pessoa que tenha retornado nos últimos 14 dias dos países que têm os casos da doença ou esteve em contato com alguma pessoa infectada ou suspeita. Dentro dessas duas possibilidades, o paciente será encaminhado para tratamento domiciliar ou hospitalar, de acordo com a avaliação médica. E, nessas circunstâncias, o acompanhamento será rigoroso”, disse. 

    Cuidados básicos

    Cuidados básicos devem ser tomados para minimizar os riscos de contaminação, como: lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool; evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas; evitar contato próximo com pessoas doentes; ficar em casa quando estiver doente; cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar, usando um lenço de papel, e jogar no lixo e limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência. 
     
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]