Ipatinga

política

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Vídeo: Clima esquenta entre Paulo Guedes e deputados da oposição em audiência

    Ministro compareceu à Casa para apresentar aos parlamentares detalhes sobre a Reforma de Previdência

    Por Plox

    04/04/2019 11h31 - Atualizado há mais de 3 anos

    O clima esquentou na audiência na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, em que esteve o ministro da Economia, Paulo Guedes, na noite dessa quarta-feira, 3 de abril. Houve bate boca e muita discussão entre o economista e deputados da base de oposição.  


    O ministro compareceu à Casa para apresentar aos parlamentares detalhes sobre a Reforma de Previdência, mas por causa dos ânimos exaltados, a sessão teve de ser encerrada, após seis horas de duração.


    A confusão se iniciou quando o deputado Zeca Dirceu (PT-PR) disse que o Guedes age como tigrão em relação a aposentados, idosos e pessoas com deficiência, mas como tchutchuca no que diz respeito à "turma mais privilegiada do nosso país".


    Zeca foi interpelado por parlamentares, que pediam decoro ao petista. Paulo Guedes não deixou barato e, ao deixar o microfone, respondeu ao deputado: "Você não falte com o respeito comigo. Tchutchuca é a mãe, tchutchuca é a vó". Ele ainda acrescentou: "Eu respeito quem me respeita. Eu respeito quem me respeita, e você não me respeita. Se você não me respeita, você não merece respeito".

    O presidente da CCJ, Felipe Francischini (PSL-PR), disse que teve que encerrar em função de “alguns desencontros”. Ele chegou a pedir a ambos que se desculpassem, o que não foi atendido por nenhuma das partes. Francischini afirmou que muitos participantes discursaram, fizeram questionamentos, que foram respondidos pelo ministro. “Acredito que a reunião foi muito produtiva, mas infelizmente tive de encerrar um pouco mais cedo em virtude de algumas brigas internas ali”. 

    Tumulto na saída do ministro Paulo Guedes de audiência na CCJ da Câmara

    Houve confusão na audiência na CCJ, provocada por Zeca Dirceu- Foto: Reprodução Redes Sociais


    O secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra, defendeu Guedes através de seu perfil no Twitter: “Tem gente que não entendeu: Vou soletrar. Paulo Guedes peitou a oposição. Mostrou que não precisa de ajuda para defender sua ideias e aprovar seus projetos no Legislativo. Esteve sozinho na CD, mas contou com respaldo da sociedade para mudar o Brasil”, declarou.

     

    Mais desentendimentos


    Em outro momento, a deputada Maria do Rosário (PT-RS) mandou a Polícia Legislativa bloquear a assessora de Paulo Guedes, Daniella Consentino. O episódio ocorreu na CCJ, quando Daniella teria saído em defesa de Guedes num bate boca entre o ministro e a parlamentar.

    Rosário disse que tentou falar com o ministro para pedir a continuidade da audiência, mas que a assessora tentou impedir. A petista perguntou quem era a “protetora de Guedes”. Como Daniella não apresentou suas credenciais, a deputada pediu que a polícia a levasse do local. 


    Daniella foi levada à sala da Polícia Legislativa da Câmara, assinou um termo de comparecimento aqui na delegacia e foi liberada.


    Antes do encerramento da reunião, Paulo Guedes anunciou que o governo Bolsonaro encaminhará outras reformas na área econômica, após a Previdência. Guedes citou reforma tributária e disse que atacará "os subsídios e as renúncias fiscais". O ministro disse ainda que poderá ser discutido o imposto sobre riqueza.

    Resultado de imagem para paulo guedes

    Ministro Paulo Guedes se exalta diante das provocações- Foto: Reprodução TV Câmara

    Atualizada às 11h04

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]