Ipatinga

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Para prefeito, infraestrutura de transporte é  fundamental para retomar desenvolvimento 

    Aeroporto do Vale do Aço é liberado e projeto definitivo já tem recursos de mais de R$ 12 milhões assegurados. Governo vê dificuldades para custear obras da LMG 760

    Por Plox

    04/05/2019 11h43 - Atualizado há mais de 2 anos

    “A melhoria das condições de nossa infraestrutura de transportes terrestre, ferroviário e aeroviário é determinante para o reaquecimento da economia local e precisamos nos unir para cobrar do Estado e da União respostas objetivas para as carências históricas que vivenciamos nessa área. Oferecemos inúmeros atrativos, elementos formidáveis da natureza como o Parque Estadual do Rio Doce, lagoas extraordinárias, dispomos de um rico capital de negócios na área da siderurgia e outros setores, mas estamos prejudicados pela precariedade dos meios que possibilitam o ir e vir ao Vale do Aço”.

    As palavras são do prefeito de Ipatinga, Nardyello Rocha, depois de cumprir nesta sexta-feira (3), juntamente com várias outras autoridades e representantes do empresariado da região, uma longa agenda de trabalho com o titular da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (SETOP) de Minas Gerais, Marco Aurélio de Barcelos Silva. 


    Visita do Secretário em Ipatinga (Foto: divulgação)O prefeito Nardyello Rocha, de Ipatinga, dialoga com as autoridades sobre a urgência para atendimento às demandas da região. (Foto: divulgação)

    Conforme avaliou Nardyello, o dia foi bastante produtivo, tendo iniciado com a vistoria final no aeroporto regional de Santana do Paraíso. O local recebeu obras emergenciais graças a um amplo movimento iniciado por iniciativa do prefeito de Ipatinga e que contou com a participação de inúmeros segmentos da sociedade, como resposta à suspensão de voos pela ANAC (Agência Nacional de Avião Civil) em decorrência de problemas de segurança verificados na pista. “Finalmente, o terminal está liberado para pouso e decolagem, e a companhia Azul volta a operar no dia 9, próxima quinta-feira. O Voe Minas já está funcionando e aviões particulares também já estão autorizados a usar o local. O pontapé inicial para que essa obra ocorresse com a velocidade que aconteceu foi quando convidamos todas as forças políticas, deputados estaduais, federais, empresários, e todos abraçaram esta causa para que resolvêssemos a questão o mais rápido possível”, lembrou o prefeito de Ipatinga.

    Na oportunidade, o secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas (SETOP) de Minas Gerais, Marco Aurélio de Barcelos Silva, disse que até o fim do ano o Aeroporto do Vale do Aço passará por uma intervenção estrutural, o que significa que não precisará de nenhuma reforma paliativa pelos próximos 15 anos. 

    “Fizemos esse paliativo para retornamos ao jogo, ou seja, para fazer o aeroporto funcionar novamente. Mas nós conseguimos negociar com o Fundo Nacional de Aviação Civil, junto ao Ministério de Infraestrutura, um recurso de aproximadamente R$ 13 milhões. Com isso estamos acertando os gargalos burocráticos para receber o dinheiro e dar início às obras definitivas”, explicou o titular da pasta. 

    Diversificação da economia
    Nardyello disse ter reafirmado junto ao secretário de Estado e demais membros da comitiva do governo de Minas “a importância de se compreender a nova era que o Vale do Aço está vivendo”. Ele observou: “O Vale do Aço já viveu do aço, vivia única e exclusivamente do aço. Hoje ainda temos a Usiminas como nossa âncora, mas já não podemos viver única e exclusivamente da siderurgia. Então temos que partir para novos investimentos, novos nichos de negócios. E um desses nichos é o turismo. Mas sem infraestrutura de transportes, os projetos ficam comprometidos. Temos que ter a LMG-760 funcionando, o aeroporto ampliado (e, felizmente, pra isso já foram liberados R$ 12,5 milhões). O que nós mostramos para o secretário e as pessoas que o estavam acompanhando é que nós temos tudo pronto para ser positivamente explorado, mas dependemos de respostas mais efetivas dos demais entes de governo”.

    LMG 760 e Parque
    Após deixarem o aeroporto, o prefeito Nardyello Rocha, o secretário de Estado e várias outras autoridades e representantes do empresariado da região se dirigiram até a LMG 760. A intenção era mostrar a necessidade da retomada das obras de asfaltamento da rodovia, uma vez que a via liga duas importantes regiões mineiras, o Vale do Aço e a Zona da Mata. 


    Visita do Secretário em Ipatinga (Foto: divulgação)As autoridades visitaram também as dependências do Parque Estadual do Rio Doce. (Foto: divulgação)

    “Somos sensíveis à demanda da retomada dessas obras. Só que, nesse momento nós não temos recursos financeiros para tal. O desafio é buscar alternativas de financiamento e demais recursos em um curto espaço de tempo para conseguir viabilizar a volta deste importante empreendimento”, avaliou Marco Aurélio de Barcelos Silva. 

    Seguindo pela estrada LMG 760, a comitiva também visitou o Parque Estadual do Rio Doce. “Somente conhecia o Parque por fotos e estou encantado com o local. Aqui tem um potencial incrível que precisa ser explorado. É necessário criar uma proposta por meio da Infraestrutura e Turismo para fortalecer os potenciais do Parque”, concluiu o secretário.

    Na visão do prefeito de Ipatinga, é necessário que as autoridades políticas da região continuem mobilizadas e insistam em suas reivindicações. “Precisamos deixar claro que a região não pode mais esperar. Agora é continuar trabalhando para que as coisas saiam do papel, para que num futuro de médio prazo possamos ver projetos se materializando. O bem-estar da nossa população depende disso. Não apenas de boa vontade, mas de ações concretas”, enfatizou.
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]