Desaparecimento de Miss Brasil 2008 preocupa familiares em meio a chuvas no RS

Natália Anderle, grávida, não é localizada após temporais devastadores

Por Plox

04/05/2024 10h07 - Atualizado há 26 dias

Natália Anderle, coroada Miss Brasil em 2008, é uma das pessoas desaparecidas devido aos severos temporais que assolaram o Rio Grande do Sul. Desde o último contato há três dias, familiares e o marido da modelo buscam desesperadamente por informações sobre seu paradeiro. A situação é ainda mais angustiante porque Natália, atualmente grávida, havia ido visitar sua família em Roca Sales, onde planejava ter seu filho.

Reprodução/redes sociais

O relatório mais recente da Defesa Civil, divulgado neste sábado, aponta um cenário sombrio: 56 pessoas perderam a vida, 74 estão feridas e 67 seguem desaparecidas devido aos estragos causados pelas chuvas. Cleber Rodrigues, da Defesa Civil de Roca Sales, expressou a urgência da situação: "Ela veio visitar a família com a esperança de ter seu bebê aqui. Pedimos que quem tenha qualquer informação, que nos avise."

Roca Sales, uma cidade localizada no Vale do Taquari, enfrenta dificuldades enormes. Segundo o prefeito Amilton Fontana, 15 pessoas podem estar soterradas apenas neste município, que sofre com problemas de comunicação e acesso a serviços essenciais. "A cidade foi duramente impactada pela cheia do Rio Taquari, que destruiu residências e comércios, tornando os esforços de resgate ainda mais desafiadores," comentou o prefeito.

Em resposta à crise, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, declarou estado de calamidade pública, medida que visa mobilizar recursos e apoio em um momento crítico para o estado. O decreto facilita ações emergenciais e a mobilização de ajuda federal, incluindo a Força Nacional que enviou 100 membros para auxiliar nas operações de resgate. Além disso, a Polícia Rodoviária Federal está com 75 agentes na região para apoiar nos esforços.

A situação de calamidade levou o governo estadual a reativar o canal de doações SOS Rio Grande do Sul, através do qual se pode contribuir com recursos que serão integralmente destinados ao auxílio das vítimas e à reconstrução das áreas afetadas. As doações podem ser feitas via Pix, utilizando a chave CNPJ do Banco do Estado do Rio Grande do Sul.

A comunidade se une em solidariedade, na esperança de que Natália e tantos outros desaparecidos sejam encontrados em segurança.

Destaques