Ipatinga

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Cultivo de horta agroecológica abre a Semana do Meio Ambiente em Ipatinga

    Plantio de hortaliças e legumes foi feito por alunos da Educação de Tempo Integral no Cepae, revitalizado pela atual administração municipal após vários anos de abandono

    Por Plox

    04/06/2019 18h32 - Atualizado há mais de 2 anos

    A Semana do Meio Ambiente em Ipatinga foi aberta na manhã desta terça-feira (4), com o plantio de uma horta agroecológica nas dependências do Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação ‘Giancarlo Vella’ (Cepae), no bairro Forquilha, completamente revitalizado pela atual administração municipal. O cultivo foi feito por alunos da Educação de Tempo Integral, programa que este ano teve o número de atendidos ampliado de 1.000 para 5.500 e tem no local um dos pontos principais de preparação dos estudantes. Ao lado do prefeito Nardyello Rocha, estavam presentes a secretária de Educação, Eva Sônia Rodrigues; a diretora do Departamento de Meio Ambiente, Núbia Fernandes, e o diretor da empresa Infrater, Rafael Fernandes Castro. 

    Em um espaço de 195 metros quadrados foram plantadas no Cepae hortaliças como alface, couve e cebolinha, legumes como cenoura e beterraba, além de temperos como manjericão, hortelã e poejo. A formação da horta agroecológica contou com a parceria da Infrater, que doou as mudas e ainda auxiliará na manutenção. 

    pmi(Foto: SECOM/PMI)

    Com a plantação, os alunos colocam em prática o que é proposto nas disciplinas de Educação Ambiental e Empreededorismo desde março deste ano, quando foi ampliada a proposta da Escola de Tempo Integral em Ipatinga. “O que os alunos vivenciam na sala de aula com teoria, agora eles podem experimentar na prática”, disse Rita Beatriz Alves da Silva, coordenadora Pedagógica do Cepae.

    Colheita

    Em três meses os alunos farão a colheita de todo o plantio. Foram doadas 30 mudas de couve e 30 mudas de cebolinha, além de inúmeras sementes de alface, cenoura, beterraba e os condimentos. O resultado da seara será a utilização dos alimentos na merenda escolar e, futuramente, segundo a secretária de Educação Eva Sônia, outras escolas poderão ser beneficiadas com o plantio. 

    “Nós percebemos a felicidade em nossos alunos. E a visão de empreendedorismo deles está nos encantando. O que queremos com esse projeto-piloto é que eles saibam que podem usar um espaço em casa para empreender. Que consigam ver no cotidiano possibilidades de agregar valor e redução de impacto ambiental. Acreditamos que estamos no caminho certo quando o mundo inteiro ‘grita’ contra o desperdício. O nosso sonho é expandir essa horta para outros locais que nós temos aqui e atender a todas as nossas escolas”, afirmou Eva. 

    Horta e Coleta Seletiva
    Além do plantio para lembrar o Dia Mundial do Meio Ambiente, que é comemorado nesta quarta-feira (5), o Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação (Cepae) recebeu a visita de membros da Polícia de Meio Ambiente e serviu de palco, também, para a retomada da Coleta Seletiva de Ipatinga. O objetivo é trabalhar nos alunos, desde cedo, a cultura de preservação ambiental e a separação dos lixos (orgânico e reciclável). “É uma alegria muito grande fazer a abertura da Semana do Meio Ambiente em um espaço como este, que é um verdadeiro Centro de Educação Ambiental”, ressaltou Núbia Fernandes. 

    Até recentemente, as instalações do Cepae estavam completamente depredadas, sendo usadas para prostituição e servindo ainda de abrigo a usuários de drogas. Foi o que lembrou o prefeito Nardyello Rocha em sua mensagem dirigida aos alunos: “Há cerca de um ano, este local estava abandonado e era usado como ponto de tráfico. Hoje, se torna um modelo de espaço para Educação Ambiental, cuidado pelos nossos alunos e com alimentos que poderão ser utilizados nas cantinas”.

    IMG 20190604 094918398 PORTRAIT(Foto: SECOM/PMI)

    O Executivo ressaltou também a importância da retomada da Coleta Seletiva nas escolas. “Tivemos alguns problemas de ordem cultural nas primeiras ações para implantação do programa. Percebemos que boa parcela da população não compreendeu como utilizar corretamente os coletores que espalhamos por alguns pontos da cidade e chegamos a encontrar até animais mortos dentro deles. Mas entendemos que não podemos desistir. Assim, adotamos como nova estratégia uma ênfase educativa, multiplicando informações nos educandários. Cremos que as crianças e adolescentes ajudarão a tornar as ações mais eficientes, levando para casa as orientações que cada lar precisa ter. Estamos trabalhando ainda o empreendedorismo com nossos alunos, enfatizando a reciclagem como algo que possa gerar recursos para a família”, explicou o prefeito. 

     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]