Doença de chagas já faz 27 vítimas em Pernambuco desde o final de maio

04/06/2019 16:21

A epidemia foi observada em 31 de maio

Publicidade

A Secretaria de Saúde do Pernambuco divulgou dados nessa terça-feira, 4 de junho, informando que aumentou para 27 o número de pessoas que estão se tratando de Tripanossomíase americana, conhecida como doença de Chagas. A enfermidade é provocada pelas fezes do barbeiro. Nove pacientes foram internados no Hospital Oswaldo Cruz, em Santo Amaro, na área central do Recife — Foto: Marília Falcão/Divulgação

Os doentes estão no Hospital Oswaldo Cruz- Foto: Divulgação


Os doentes estão no Hospital Oswaldo Cruz, em Santo Amaro, onde, dos 27 pacientes, 22 foram diagnosticados em laboratório com a doença e outras cinco têm os sintomas. No último dia de maio, a maior epidemia da enfermidade iniciou no estado. Na ocasião, foi divulgado que 20 pacientes estavam com a doença e cinco com sintomas. Na Semana Santa, os doentes estavam entre as 77 pessoas que participaram de um retiro espiritual. 


O governo e a prefeitura de Ibimirim estão localizando pessoas que estiveram no evento, prepara atendimento a todos que participaram do encontro e o local onde aconteceu o evento foi inspecionado. Lá, não foi encontrado nenhum barbeiro ou mesmo indícios do transmissor. Há também um trabalho de apuração para avaliar se o surto se deu por consumo de alimentos contaminados. O remédio Benzonidazol, do Laboratório Farmacêutico de Pernambuco (Lafepe) foi administrado a todos os pacientes em tratamento. Dentre os sintomas da doença, estão: Febre, mal-estar, inchaço de um olho, inchaço e vermelhidão no local da picada do inseto, fadiga, irritação sobre a pele, dores no corpo e dor de cabeça.

Atualizada às 10h33

 



Publicidade