Ipatinga

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Transportadora é condenada a indenizar mulher assediada por supervisor em MG

    A vítima relatou que vivia um terror na empresa

    Por Plox

    04/06/2021 16h25 - Atualizado há 4 meses

    Uma empresa de transporte de passageiros e cargas foi condenada a indenizar em R$10 mil por danos morais uma ex-empregada que sofreu assédio do supervisor. O caso aconteceu em Contagem, na Região Metropolitana de Minas Gerais. 

    A mulher relatou que “passou a viver um verdadeiro terror em seu ambiente de trabalho, com o assédio sexual”. Contou que o superior a chamava para sair após o expediente e também para viajar para o sítio dele, além de chamá-la de “meu amor”. As investidas, de acordo com a vítima, eram feitas pessoalmente ou até mesmo por mensagens de aplicativo.

    Segundo a juíza Maria Cristina Diniz Caixeta, ficou provado que a profissional foi vítima de vários avanços indesejados e de condutas verbais inconvenientes de conotação sexual por parte do superior hierárquico no ambiente de trabalho.

    Uma prova oral produzida no processo confirmou o assédio. Segundo a testemunha, o supervisor realmente chamava  a vítima de "meu amor", "meu amorzinho", e não tratava nenhuma outra empregada desse modo. Ela afirmou que já presenciou a colega sendo chamada para tomar chope e para ir ao sítio dele. Conforme relatos, a atitude do supervisor era desagradável e foi por isso que a vendedora pediu demissão.


     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]