Ipatinga

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Empresário atira contra a própria cabeça na frente de ministro e autoridades

    “Depois de gritar que o governador era mentiroso, sacou a arma e se matou", disse um amigo

    Por Plox

    04/07/2019 15h07 - Atualizado há mais de 2 anos

    O empresário gaúcho Sadi Paulo Castiel Gitz suicidou durante um simpósio em Aracaju na frente de diversas autoridades políticas e empresariais, atirando contra a própria cabeça. O fato aconteceu nessa quinta-feira, 4 de julho, no evento que discutia questões relacionadas ao gás natural, com a presença do Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

    Empresário comete suicídio durante evento no SE Reprodução

    Sadi participava de um evento com autoridades políticas e empresariais- Foto: Reprodução/Instagram

    O empresário cometeu o ato suicida depois do pronunciamento de Belivaldo Chagas, que é governador de Sergipe. “Depois de gritar que o governador era mentiroso, sacou a arma e se matou", disse nas redes sociais Paulo Roberto Dantas Brandão, advogado e amigo do empresário. Ele elogiou o amigo, dizendo não entender as razões para ele cometer o ato, mas finalizou seu post dizendo que “só consigo imaginar que Sadi, num último grito de desespero, quis transformar seu gesto extremo em um protesto, num grand finale”. O empresário era diretor presidente da Cerâmica Escurial e em maio deste ano, a fábrica iniciou um processo de hibernação, como disse a empresa: “O motivo determinante para essa decisão foi o preço do gás cobrado pela concessionária Sergás, empresa do Governo do Estado de Sergipe”. O empreendimento perdeu centenas de empregos diretos e indiretos. O ‘Simpósio de Oportunidades’, que era o evento em que o empresário participava, acabou sendo cancelado por conta do fato ocorrido. 

    Atualizada às 13h18

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]