Ipatinga

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Nível de rio que abastece Grande BH está a um passo do racionamento

    Vazão média do manancial nas últimas duas semanas tem sido abaixo do volume mínimo considerado seguro

    Por Plox

    04/08/2021 14h19 - Atualizado há 3 meses

    O nível do Rio das Velhas, cuja captação em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, é responsável pelo abastecimento de água de cerca de 60% dos municípios da Grande BH, entrou em estado de alerta nessa terça-feira (3). Com isso, o sistema está a um passo da necessidade de racionamento do bem.

    As informações foram divulgadas pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas (CBH Rio das Velhas). De acordo com a comissão, o manancial entrou nesse estágio na região de Honório Bicalho, localidade onde a Copasa capta água para abastecimento da Grande BH.

    Vazão nas últimas duas semanas tem sido abaixo do volume mínimo considerado seguro. Foto: divulgação/ CBH Rio das Velhas

     

    "Para considerar o estado de alerta, último estágio antes da necessidade obrigatória de restrição de uso da água, o CBH Rio das Velhas sinaliza que a vazão média do manancial nas últimas duas semanas tem sido abaixo de 10,4 m3/s, volume mínimo considerado seguro para o rio e após a captação da Copasa para abastecimento, a vazão residual ficou com média semanal de 3,61 m3/s. No dia 31 de julho, a vazão chegou a 9,5 m3/s", informou, em nota.

    Assim, conforme o CBH Rio das Velhas, se esses valores reduzirem ainda mais, e se repetirem nesse patamar por mais sete dias consecutivos, o rio entra em estado de restrição de uso. "Nesse caso, será necessário reduzir, de forma obrigatória, o uso da água, de acordo com os tipos de consumo", declarou.

    Para evitar que a situação piore e chegue ao racionamento, o Comitê explicou que tem adotado medidas em parceria com a Copasa, Cemig, Vale e AngloGold, por meio do Grupo de Controle de Vazão do Alto Rio das Velhas (CONVAZÃO).

    Estado de alerta é último antes do racionamento. Foto: divulgação/ CBH Rio das Velhas

     

    O objetivo é a regularização das vazões, garantindo op direito de acesso de todos aos recursos hídricos, com prioridade para o abastecimento público e a manutenção dos seus ecossistemas.

    “Temos acompanhado de forma sistemática a situação das vazões do Rio das Velhas e o cenário atual vem se mostrando pior em relação aos últimos anos. O problema não é apenas falta de chuva, mas também de perda de resiliência do rio”, afirmou o secretário do CBH Rio das Velhas, Marcus Vinícius Polignano.

    Por fim, o Comitê pede à sociedade "um uso mais consciente e eficiente da água neste momento", conforme informou Poliana Valgas, presidente do CBH Rio das Velhas.
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]