Galpão que incendiou foi notificado pelo Corpo de Bombeiros em 2013

04/09/2019 07:19

Na época, não havia digitalização de documentos no órgão, arquivos da corporação serão verificados

Publicidade

O projeto do galpão da Graal Tintas Industriais, apresentado em 2013 ao Corpo de Bombeiros, continha falhas e foi notificado, segundo o coronel Anderson Almeida, nessa terça-feira, 3 de setembro. 

O imóvel fica em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e sofreu um incêndio na segunda-feira, 2, por conta de um vazamento de gás, que se espalhou pela rua atrás do galpão. No momento do acidente não havia ninguém dentro da fábrica. Um vigia na parte externa fugiu do local assim que o incêndio iniciou. De acordo com o representante da corporação, em 2013, não havia digitalização de documentos no órgão, motivo pelo qual será necessário verificar nos arquivos de papel se as falhas da época foram resolvidas ou não pela empresa.

(foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press)

As causas do incêndio são investigadas- Foto: Reprodução 

No dia do acidente, as chamas atingiram o galpão e se propagaram. No momento, a situação está sob controle, mas durante quase 48 horas a ocorrência deve continuar, por conta da amplitude da fumaça. Cinco pessoas foram removidas das adjacências por causa da fumaça tóxica, porém, nenhuma precisou ser levada a um hospital.

Nesta quarta-feira, 4, as defesa civis de Betim e Contagem vão ao local para verificar a dimensão do problema. Há todo um aparato, com 70 militares, tanques, para realizar os procedimentos necessários para resolução do problema. Também estiveram no local, agentes da Guarda Municipal e funcionários da Cemig.

(foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press)

Moradores se assustaram com o incêndio-Foto: Reprodução

Atualizada às 9h50



Publicidade