Ipatinga

saúde

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Vacina russa contra Covid-19 apresenta imunidade ao vírus, afirmam cientistas

    Segundo os cientistas, a vacina não teve efeitos adversos nos pacientes que participaram de estudo

    Por Plox

    04/09/2020 13h35 - Atualizado há cerca de 1 ano

    Nesta sexta-feira (4), a revista científica “The Lancet” anunciou que a vacina produzida pela Rússia, para combater a Covid-19, não teve efeitos adversos e apresentou imunidade em resposta ao vírus. A revista que anunciou o estudo é uma das mais conceituadas no mundo.

    A vacina, chamada de "Sputnik V", foi criada por cientistas russos e registrada em agosto, na Rússia, porém, com a falta de estudos dos testes publicados, gerou desconfiança na vacina.

    De acordo com a publicação da revista, os cientistas russos reconheceram a necessidade de mais testes para comprovar a eficácia da vacina, porém, os primeiros testes são promissores e o medicamento apresentou imunidade ao vírus.

     

    Governo do Paraná vai pedir registro

    O Governo do estado do Paraná afirmou que vai fazer o pedido de registro da vacina russa nos próximos dias. O Governo do estado firmou uma parceria para desenvolver a vacina russa no Brasil.

    Segundo o Governo, nos próximos 10 dias será feito o pedido de registro e em cerca de 30 dias após o registro, deverão começar os testes.


    Estudo

    Segundo a publicação feita pela revista, nos resultados apresentados das fases 1 e 2 dos testes, não ocorreram efeitos adversos após 40 dias, depois da aplicação da vacina. Além disso, no estudo, os cientistas afirmam que todos os participantes desenvolveram anticorpos para o novo coronavírus (Sars-CoV-2) em 21 dias.
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]