Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Homem mata jovem a tiros em Ipatinga

    O suspeito de efetuar os disparos foi preso durante operação da PM

    Por Plox

    04/10/2021 09h35 - Atualizado há 24 dias

    Na noite desse domingo (3), um jovem, identificado como Gustavo Gonçalves de Oliveira, de 22 anos, vulgo "Angu", foi morto a tiros, na rua Manoel Vicente dos Santos, no bairro Limoeiro em Ipatinga, Minas Gerais.

    Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e, ao chegarem no local, ele já estava sem sinais vitais, tendo o óbito constatado. A perícia da Polícia Civil foi acionada e, após os trabalhos de praxe, o corpo de Gustavo foi removido. 

    Foto: reprodução/ WhatsApp

     

    Os policiais militares foram informados sobre o homicídio e, ao chegarem no local, se depararam com Gustavo já sem vida. Os militares iniciaram  diligências para levantar informações sobre o crime. Durante os trabalhos, um motorista de aplicativo foi abordado, acusado de ter levado o suspeito de efetuar os disparos ao local do crime.

    De acordo com as informações, o motorista teria relatado aos militares que sabia que o indivíduo estava armado, quando ele o pediu para que levasse até o bairro Limoeiro, e que ele teria ido até o local para matar Gustavo. 

    Esse seria Gustavo. Foto: reprodução/ WhatsApp

     

    Segundo os policiais, durante as diligências, eles foram informados de onde estaria o suspeito, um homem de 28 anos. Foi montado um cerco no quarteirão onde o acusado estaria escondido e, na operação, ele foi encontrado e tentou fugir, pulando em várias casas e quintais. Os militares então iniciaram uma perseguição e conseguiram prender o suspeito. 

    Conforme relatado no boletim de ocorrência, o suspeito assumiu a autoria do homicídio. Uma calça preta e uma máscara, que o acusado estaria trajando no momento do crime, foram apreendidas.

    Foto: Polícia Militar

     

    O acusado ainda disse aos militares que a motivação seria por vingança. Ele alegou que Gustavo teria lhe dado prejuízo financeiro sobre a venda de um veículo. A arma de fogo que teria sido usada no crime foi apreendida pelos militares. Diante dos fatos, o acusado e o motorista foram presos e conduzidos a Delegacia de Polícia Civil. 


     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]