Policiais Militares se afogam durante perseguição em Cristalina (GO)

Resgate enfrentou dificuldades devido às águas turvas e galhadas submersas no rio São Bartolomeu

Por Plox

04/10/2023 11h40 - Atualizado há 8 meses


Na tarde de terça-feira (3), uma tragédia ocorreu na área rural de Cristalina, Goiás. Enquanto tentavam capturar um criminoso foragido, dois policiais militares, identificados como cabo Wenderson André da Silva Alves, 31 anos, e soldado Pedro Felipe Moreira da Nóbrega, 33 anos, entraram no rio São Bartolomeu e se afogaram. Os corpos dos PMs foram localizados pelo Corpo de Bombeiros perto da meia-noite. O criminoso, por sua vez, conseguiu escapar

 

 

Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros de Goiás

A Perseguição

Segundo a Polícia Civil, o foragido percebeu a presença dos policiais e fugiu para uma área de mata. Em resposta, os PMs decidiram entrar no rio São Bartolomeu a nado. Infelizmente, após nadarem cerca de 15 metros, o cabo Wenderson se cansou. Na tentativa de auxiliar seu colega, o soldado Pedro Felipe também acabou se afogando.

 

Esforços de Resgate

A busca pelos corpos foi desafiadora. O Corpo de Bombeiros de Cristalina e Luziânia, juntamente com uma equipe do Distrito Federal, participaram da operação de resgate. A presença de águas turvas, cheias de lama, e a ocorrência de galhadas submersas complicaram os esforços. No entanto, os corpos foram eventualmente localizados a aproximadamente 50 metros da margem e a uma profundidade de 15 metros.

 

Destaques