Ipatinga

mundo

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Resultado de eleição americana é incerto e Trump ameaça ir à Suprema Corte

    O sistema de votação e apuração dos EUA são muito diferentes do brasileiro e deixa o quadro incerto

    Por Plox

    04/11/2020 11h08 - Atualizado há quase 2 anos

    O clima da apuração da eleição norte americana ainda é incerto. Tanto o presidente Donald Trump, candidato à reeleição, como seu opositor Joe Biden tem chances de vencer.

    Mas um pronunciamento de Trump na madrugada desta quarta-feira (4) sinaliza que os americanos podem não ter o resultado final em pouco tempo. Donald Trump disse que venceu a eleição e que irá à Suprema Corte reivindicar seu direito para interromper a contagem de votos e, assim, não permitir que ocorra uma "fraude".  

     

    O modelo americano de eleição presidencial torna o resultado mais imprevisível que em eleições de outros países. No momento, Joe Biden está à frente nas projeções de delegados no colégio eleitoral. Mas na eleição anterior, quando Trump venceu a democrata Hilary Clinton, ele também perdia durante a apuração dos votos e, ao final, se sagrou vencedor.

     

    "Queremos que todas as votações parem", declarou Trump— Foto: Reprodução

     

    “Isso é uma fraude para o povo americano. Isso é uma vergonha para o nosso país. Estávamos nos preparando para vencer esta eleição. Por direito, vencemos esta eleição. Iremos para à Suprema Corte dos Estados Unidos. Queremos que todas as votações parem", declarou Trump.

     

    Por outro lado, o opositor de Trump, o democrata Joe Biden, ao comentar as declarações do presidente, disse: "Trump não irá roubar esta eleição".

    A assessoria dele declarou que se Trump forem mesmo à Suprema Corte, no intuito de parar a contagem, os advogados de Biden agirão imediatamente.

     

    Já em um estágio bem avançado da contagem dos votos, espera-se um desfecho para a apuração, pelo menos dos números, ainda no dia de hoje.

     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]