Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Polícia Federal prende em BH quadrilha suspeita de "lavar" mais de R$ 500 milhões

    De acordo com as investigações, a organização criminosa movimentava dinheiro para traficantes e contrabandistas de ouro

    Por Plox

    04/11/2021 18h26 - Atualizado há 29 dias

    Quatro pessoas foram presas pela Polícia Federal nesta quinta-feira (4) durante a Operação Balaio de Palha, para apurar a conduta de uma Organização Criminosa especializada em lavagem de dinheiro. Foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão, quatro de prisão preventiva e outros de sequestro de bens e valores; todos expedidos pelo Juízo da 11ª Vara Federal de Belo Horizonte.

    De acordo com as investigações, a associação criminosa era especialista na constituição de pessoas jurídicas “fantasmas” em nome de laranjas e em abrir contas bancárias em nome delas para que outros grupos criminosos efetuassem transações financeiras de recebimento e remessa de valores. Dentre as atividades exercidas pelos grupos que utilizavam o esquema, destacam-se o tráfico de drogas, o contrabando e a extração ilegal de ouro.

    A Organização também atuava em conluio com doleiros de outros países usando as contas criadas para a prática conhecida como “dólar cabo”. Os responsáveis pelo esquema recebiam um percentual sobre os valores que passavam em “suas” contas.

    Parte do dinheiro obtido com o crime foi utilizado pelos investigados para a abertura de uma empresa de produção de cigarros de palha. Eles também adquiriram imóveis e outros bens que foram ocultados e registrados em nomes de terceiros.

    Polícia Federal durante Operação Balaio de Palha/Foto: Divulgação PF

     

    A investigação, que priorizou fatos ocorridos a partir de 2018, identificou até o momento 30 empresas que eram utilizadas no esquema. A movimentação atípica detectada foi de mais de R$ 500 milhões, sendo que quase R$ 100 milhões foram movimentados em espécie.

    Os responsáveis irão responder pelos crimes de Organização Criminosa, Lavagem de dinheiro, evasão de divisas e falsidade ideológica, além de outros que ainda poderão ser apurados. Somadas as penas podem chegar a até 31 anos de prisão.
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]