Márcia Fellipe enfrenta perda de nome artístico em disputa judicial

Cantora de forró luta nos tribunais contra ex-empresário Tuta Sancho sobre direitos do nome "Márcia Fellipe"

Por Plox

04/12/2023 15h16 - Atualizado há 8 meses

A cantora Márcia Fellipe, reconhecida no cenário do forró brasileiro e conhecida por sua participação no programa Power Couple Brasil, está envolvida em uma complexa batalha judicial. O foco do litígio é o direito de uso do seu nome artístico, uma disputa travada contra seu ex-empresário, Tuta Sancho. A decisão judicial recente determinou que Márcia não pode mais utilizar o nome "Márcia Fellipe", o qual, segundo ela, é uma homenagem a seu filho mais velho, Fellipe.

Foto: Instagram/Reprodução

Tuta Sancho argumenta que o nome "Márcia Fellipe" é uma marca registrada, compartilhada entre ele e a cantora, cujo nome real é Márcia Rachel da Silva Ribeiro. Ele reivindica 50% dos lucros obtidos com o uso do nome, registrado no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI).

Em resposta, Márcia Fellipe expressou seu descontentamento em uma entrevista, mencionando sensações de "impotência, raiva e tristeza". Ela relata ter se sentido explorada, trabalhando arduamente enquanto Sancho usufruía dos benefícios: “Muitas vezes, fiz o show fatigada enquanto a pessoa estava viajando”, declarou a cantora.

Desde setembro de 2022, após a decisão da Justiça, Márcia adotou o nome artístico "Márcia, a Fenomenal". Enquanto isso, a defesa de Tuta Sancho, em uma recente aparição no programa "Domingo Espetacular", defendeu a posição do empresário, alegando investimentos significativos na carreira da artista, incluindo DVDs e ônibus de turnê, resultando em prejuízos para ele. Por outro lado, Márcia refuta a existência de um contrato de exclusividade com Sancho e afirma que já possuía esses recursos antes da parceria com ele.

Destaques