Ipatinga

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Corpo encontrado no Rio Doce não é de jovem desaparecida em Coronel Fabriciano, afirma mãe

    Informação foi desmentida pela mãe da jovem à reportagem do Plox

    Por Plox

    05/01/2022 17h51 - Atualizado há 15 dias

    Continua sem identificação o corpo da mulher encontrado no Rio Doce, em Governador Valadares, Minas Gerais. Após divulgação do Plox, muitas pessoas pensaram que fosse a jovem, de 24 anos, Dleyce Sthefanne, que está desaparecida em Coronel Fabriciano, no Vale do Aço.

    Foto: Reprodução

     

    No entanto, em contato com a mãe da jovem, foi descartada a informação de que seria o corpo de Dleyce. Ela contou à reportagem do Plox que um familiar que reside em Valadares foi até o IML e não reconheceu a vítima como sendo a fabricianense.

    Dleyce Sthefanne está desaparecida desde o dia 24 de dezembro, quando saiu para ir ao banco e não deu mais notícias. O registro do desaparecimento foi feito na polícia no sábado (25). Até então não houve informações novas sobre o paradeiro da jovem. A última vez que Dleyce foi vista ela trajava uma blusa azul, short branco e chinelo.

    Cadáver é encontrado às margens do Rio Doce, em Valadares

    No final da tarde dessa segunda-feira (3), um corpo foi encontrado por moradores, nas águas do Rio Doce, próximo à rua Seis, no bairro Santos Dumont, em Governador Valadares, Minas Gerais.

    Segundo informações da Polícia Militar, o cadáver estava boiando com o braço direito agarrado em galhos às margens do Rio. 

    Foto: Divulgação 

     

    A equipe do Corpo de Bombeiros compareceu ao local e retirou o corpo da água, sendo levado ao Instituto Médico Legal (IML). A perícia constatou que o corpo é do sexo feminino, morena e estatura mediana. 

    De acordo com a PM, o corpo estava em estado avançado de putrefação e o crânio esquelético, não sendo possível identificar a vítima. Ainda segundo informações, ela estava no rio a aproximadamente 8 a 10 dias. 

    O auxiliar de perícia não localizou documentos na veste da vítima, sendo assim, não foi feito a identificação do cadáver até a publicação da matéria. 

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]