Ipatinga

política

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Bolsonaro indica que Ricardo Vélez pode ser exonerado

    “Segunda (feira) será o dia do fico para ele”, resumiu, em certo momento do encontro com a imprensa

    Por Plox

    05/04/2019 13h59 - Atualizado há mais de 2 anos

    Em um café com jornalistas nesta manhã de sexta-feira, 5 de abril, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) deu a entender que pode exonerar o ministro da Educação, Ricardo Vélez. O encontro ocorreu no Palácio dove Planalto, em Brasília.

    O presidente disse que ontem, por cerca de 40 minutos, conversou com o chefe da pasta, dando a entender que poderia demiti-lo ainda na próxima semana. “Segunda (feira) será o dia do fico para ele”, resumiu, em certo momento do encontro com a imprensa. Segundo o presidente, ele e o ministro conversaram ontem, durante 40 minutos.

    Ministro da Educação Vélez

    “Segunda (feira) será o dia do fico para ele”, resumiu Bolsonaro- Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil


    Ainda que dispense Vélez do MEC, Bolsonaro não fechou as portas, o elogiou, e deixou claro que ele pode ser ainda remanejado a outro cargo dentro do governo. “Ele é uma boa pessoa, não tenho dúvida disso. Vamos supor que ele esteja fora. Ainda poderia ser reaproveitado em outro setor”, argumentou.

    A declaração do presidente, de que o ministro pode deixar a chefia da pasta, não é do conhecimento do próprio Vélez, que rebateu, afirmando não ter ainda conversado com Bolsonaro sobre o assunto. "Eu, pessoalmente, não tenho notícia disso. Pergunta a quem é de direito, quem falou isso. Eu pretendo participar do fórum e não vou entregar o cargo", declarou. O fórum a que ele se referia é encontro empresarial Lide, em Campos do Jordão.

    Atualizada às 12h53

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]