Zema prestará depoimento à Polícia Federal sobre ataque aos Três Poderes

A oitiva foi determinada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes

Por Plox

05/04/2023 15h29 - Atualizado há cerca de 1 ano

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), prestará depoimento à Polícia Federal (PF) nesta quarta-feira (5) sobre declarações relacionadas ao ataque aos Três Poderes ocorridos em 8 de janeiro. A oitiva foi determinada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

Em entrevista concedida a uma rádio gaúcha uma semana após as invasões às sedes dos três poderes, Zema afirmou que o governo federal, liderado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), fez "vista grossa" em relação aos atos terroristas, possivelmente com o objetivo de se posicionar como vítima.

Foto: reprodução

 

O governador mineiro também observou que qualquer declaração feita antes da conclusão das investigações seria "achismo", mas acrescentou que ele poderia "supor" que houve uma omissão por parte dos órgãos de segurança do governo federal.

Zema disse à Rádio Gaúcha: "Me parece que houve um erro da direita radical, que é minoria. Houve um erro também, talvez até proposital, do governo federal, que fez vista grossa para que o pior acontecesse e ele se fizesse, posteriormente, de vítima. É uma suposição. Mas as investigações vão apontar se foi isso".

O depoimento do governador Romeu Zema à Polícia Federal ocorrerá na tarde desta quarta-feira e pode trazer novos desdobramentos sobre as investigações dos atos antidemocráticos e a suposta omissão do governo federal.

Destaques