Idosa de 80 anos vai de ambulância ao banco para liberar aposentadoria

05/06/2019 07:50

A senhora mora em Medeiros Neto (BA) e tinha que ter realizado o procedimento até o último dia 31

Publicidade

Os segurados do INSS com idade igual ou acima de 60 anos têm que comprovar que estão vivos para continuar a receber o benefício. Nessa terça-feira, 4 de junho, uma senhora de 80 anos foi até um banco de ambulância para fazer o procedimento e liberar sua aposentadoria. A idosa mora em Medeiros Neto (BA) e tinha que ter realizado o procedimento até o último dia 31. 

Idosa foi levada em ambulância para banco  — Foto: Reprodução/TV Santa Cruz

Clemência teve que ir de ambulância ao banco- Foto: Reprodução


Como tem problemas para andar, Clemência Souza não conseguiu fazer isso. A agência ficou de enviar um funcionário em casa para ajudá-la, o que não aconteceu. "E a gente precisando das coisas. Pagar alimentação, pagar farmácia, medicamento. Ela está sem medicamento. Precisou fazer isso tudo, ir até o banco. Ele falou mesmo: 'vou tirar um tempinho para ir lá'", descreveu Maria Aparecida Santos, filha da idosa. Pelo fato de a senhora estar sentindo dores, teve que pedir uma ambulância para levá-la, o que causou constrangimento à idosa e à família. O Banco do Brasil disse que se o aposentado não conseguir ir à agência, por problemas de locomoção ou de saúde, um procurador ou responsável cadastrado no INSS pode realizar os procedimentos. Segundo a família, não houve orientação por parte do banco à família neste sentido.

Atualizada às 11h43



Publicidade