Ipatinga

política

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Áudios colocam Bolsonaro em esquema de “rachadinha” enquanto deputado, diz site

    Conforme divulgou o UOL, uma ex-cunhada do presidente disse que o irmão foi demitido do gabinete por não devolver o valor acertado dos salários

    Por Plox

    05/07/2021 20h19 - Atualizado há cerca de 1 ano

    Vários áudios divulgados pelo site “UOL”, atribuídos a Andrea Siqueira Valle, ex-cunhada de Jair Bolsonaro, indicam que o presidente esteve envolvido em um esquema de rachadinha quando era deputado federal. Os arquivos de áudios foram divulgados nesta segunda-feira (5) e provocou, inclusive, a comissão da CPI, que estuda convocar Andrea para saber se o esquema da rachadinha foi “espelhado” na gestão da pandemia.

    Na gravação, segundo o UOL, Andrea afirma que o irmão, André Siqueira Valle, foi demitido do cargo de assessor do então deputado Jair Bolsonaro por não devolver o valor definido do salário. "O André deu muito problema porque ele nunca devolveu o dinheiro certo que tinha que ser devolvido, entendeu? Tinha que devolver R$ 6 mil, ele devolvia R$ 2 mil, R$ 3 mil. Foi um tempão assim, até que o Jair pegou e falou: ‘Chega!’. Pode tirar ele porque ele nunca me devolve o dinheiro certo'", disse a ex-cunhada do presidente no áudio.

    Jair Bolsonaro. (Foto: Agência Brasil)

     

    Nos áudios, Andrea não relata quando teria acontecido esse episódio, mas enfatizou que poderia “ferrar a vida” do presidente Jair Bolsonaro. “Posso ferrar a vida do Jair, posso ferrar a vida da [Ana] Cristina. Entendeu? É por isso que eles têm medo aí, e mandam eu ficar quietinha”, disse em outro áudio.

    Andrea e André são irmãos de Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher de Jair Bolsonaro e mãe de Jair Renan Bolsonaro, o "filho 04" do presidente.

    Em nota, o Palácio do Planalto disse que não há como se manifestar sobre as acusações, uma vez que não tiveram acesso aos áudios na íntegra. A nota ainda diz que os trechos foram divulgados fora de contexto, inclusive sem contextualização cronológica.

    Veja a nota na íntegra do Palácio do Planalto

    Considerando que não tivemos acesso à íntegra das gravações divulgadas pelo UOL, mas apenas a trechos fora de contexto, sem mais informações sobre data e hora, não há como nos manifestar. A construção da narrativa, tal qual feita pelo UOL, por meio da divulgação de trechos sem contextualização cronológica parecem ter como intuito induzir o leitor/expectador a conclusões precipitadas por carecer de contexto.


     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]