Ipatinga

saúde

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Nova fase do Fila Zero promete zerar até outubro a espera por cirurgias ginecológicas

    O prefeito Gustavo Nunes ainda comentou sobre a construção do blocos cirúrgicos no Hospital Municipal

    Por Plox

    05/08/2022 19h56 - Atualizado há 4 dias

    O prefeito de Ipatinga, Gustavo Nunes(PSL) concedeu uma entrevista coletiva nesta sexta-feira (5), na prefeitura do município. O assunto principal foi a mais nova fase do Programa Fila Zero,  que será exclusiva para atendimento a mulheres. Porém, outros assuntos relacionados à saúde foram abordados pelo prefeito. 

    Confira a entrevista:

     

    Fila Zero

    O programa “Fila Zero” foi iniciado pela Prefeitura de Ipatinga em outubro de 2021, com o objetivo de zerar uma fila de espera de quase 50 mil exames de ultrassonografia. A ação desenvolvida pela Secretaria de Saúde já reduziu em quase 100% essa fila de espera por exames junto à rede local.

    Nesta sexta-feira (6), Gustavo Nunes anunciou a nova etapa do programa. A 4ª etapa foi batizada de “Rosa” devido a campanha de conscientização que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e mais recentemente sobre o câncer de colo do útero.

    Gustavo Nunes durante entrevista coletiva sobre a nova fase do “Fila Zero”. Foto: Divulgação/Prefeitura de Ipatinga

    Conforme Nunes, “a partir de hoje, serão feitas as ligações do SAM (Serviço de Autorização Médica) para as mulheres que necessitam de exames de mamografia”. Ainda segundo o chefe do executivo, existem cerca 940 cirurgias ginecológicas e 3 mil exames de mamografia para serem feitas.

    A expectativa da prefeitura é que essa “demanda reprimida” que existe desde 2017 e foi potencializada pela pandemia da Covid-19, seja zerada até o final do mês de outubro deste ano. 

    Segundo o executivo, o exame preventivo de colo de útero (Papanicolau) não será incluído nesta etapa do programa. O exame continuará sendo realizado pelas Unidades Básicas de Saúde e o fluxo de agendamento permanece o mesmo.

    Bloco cirúrgico

    Pelo fato do Hospital Municipal de Ipatinga não contar com blocos cirúrgicos, as cirurgias ginecológicas serão realizadas no Hospital Márcio Cunha. Para isso, foi realizado um investimento de R$1,5 milhões, que  são financiados pelo Município de Ipatinga, pelo Governo Federal e pelo Governo de Minas.

    Gustavo fez questão de salientar que a construção dos blocos cirúrgicos do Hospital Municipal já está nas fases finais. 

    “Lembrando que o nosso bloco cirúrgico, da parte de conclusão está 99% concluído, e nós estamos agora na parte da compra dos equipamentos, que irão equipar os blocos cirúrgicos para que já possa iniciar as operações”. Disse o prefeito.

    Gustavo ainda informou que “parte dos equipamentos já foram comprados”, mas as empresas ainda não entregaram, por isso não é possível estimar um prazo para que os blocos comecem a funcionar.

    Cenário de pós-guerra

    Durante a entrevista, o prefeito afirmou que recebeu a administração da prefeitura em um “estado de pós-guerra, tanto nas questões de fluxo de procedimento e principalmente nas finanças do município”.

    De acordo com Gustavo, a administração atual conseguiu reorganizar as contas públicas de Ipatinga, principalmente criando a Lei Orçamentária, em 2021.


     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]