Ipatinga

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Ipatinga encerra atividades do Centro de Atendimento à Covid e dá nova finalidade à edificação

    Com redução considerável nos casos de contaminação no município, a assistência ao público relacionada à pandemia somente será mantida no local até o dia 8 de outubro.

    Por Plox

    05/10/2021 20h32 - Atualizado há cerca de 2 meses

    Quase 90% da população já recebeu a primeira dose de imunizantes, diante disso e com a diminuição significativa dos casos da doença, assim como dos níveis de ocupação das UTIs, a Prefeitura decidiu nesta semana desativar o Centro de Atendimento à Covid-19 (CEAC), no antigo Restaurante Popular, reformado e preparado emergencialmente para acolher pessoas com sintomas leves de síndrome gripal e suspeita de contágio com a doença. A unidade, com expediente das 7h às 13h, encerrará os atendimentos relacionados à pandemia no dia 8 de outubro. 

    Foto: Divulgação / PMI

     

    O anúncio foi feito durante visita às instalações do CEAC, nesta terça-feira (5), pelo prefeito Gustavo Nunes, que embasa sua decisão especialmente no abrandamento dos riscos relacionados à superlotação da rede de saúde municipal e um cenário de maior segurança quanto à assistência à população.

    Foto: Divulgação / PMI

     

    A partir do dia 8, as demandas do CEAC são integralmente absorvidas pelas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s). 

    A redução no número de atendimentos desde a inauguração da unidade de apoio, que ocorreu em 26 de abril de 2021, também serviu para fundamentar a decisão da administração. Em abril, foram 108 atendimentos. Já em maio, o número saltou para 1.005. No mês de junho, foram 923; em julho, 1.203; em agosto, 867 e, agora em setembro, os atendimentos somaram 346, ou seja, uma redução de 60% em comparação com o mês anterior. 

    “Quando inauguramos o CEAC, o município apresentava altos índices de contaminação de covid-19. Parafraseando um furacão, estávamos no que se poderia chamar de ‘olho’ da pandemia, e nossa necessidade era desafogar com urgência a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e o Hospital Municipal, que na ocasião recebiam grande volume de consultas advindas da disseminação do coronavírus em Ipatinga. Hoje temos segurança para dizer que estamos no caminho certo em busca do controle do vírus”, explicou o prefeito.  

    SAM E CCDIP de casa nova

    A partir de novembro, no prédio do CEAC vão funcionar o SAM (Serviço de Autorização Médica), que disponibiliza serviços de média e alta complexidade, ambulatoriais e hospitalares, via Sistema Único de Saúde (SUS), e o CCDIP (Centro de Controle de Doenças Infectoparasitárias de Ipatinga), referência na região em tratamento contra a tuberculose, hanseníase, leishmaniose e esporotricose, além de oferecer acompanhamento multiprofissional, tratamento e, também, diagnóstico precoce e preventivo para infecções sexualmente transmissíveis, como HIV/AIDS e Sífilis.

    Em visita às equipes do SAM e CCDIP, o prefeito Gustavo Nunes falou sobre as vantagens da nova sede, que oferecerá um espaço totalmente novo, mais amplo e 100% climatizado, além de proporcionar melhor acesso, visto que o transporte público dos bairros para o Centro é mais frequente e direto.    

    “Serão realizadas adaptações nas instalações para receber as novas aparelhagens. Deixaremos tudo organizado para começarmos a atender a população no local, no mais tardar, na primeira quinzena de novembro”, adiantou o prefeito, que também afirmou que o município irá investir para melhorar o atendimento dos serviços, inclusive com a contratação de profissionais, caso seja necessário.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]