Alunos da rede municipal de Ipatinga participam da Prova Brasil

05/11/2019 15:20

Publicidade

A Secretaria de Educação aplicará em 29 Escolas Municipais de Ipatinga, até a próxima sexta-feira (8), avaliações para diagnóstico da Prova Brasil e o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (SAEB). O exame tem o objetivo de avaliar a qualidade do ensino oferecido pelo sistema educacional brasileiro a partir de testes padronizados e questionários socioeconômicos. As médias de desempenho também subsidiam o cálculo do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB).

Divulgação PMIIMG 4011

As avaliações são para os alunos matriculados nos 5º e 9º anos em escolas da rede pública. Os estudantes respondem a questões de Língua Portuguesa, com foco em leitura e Matemática, com foco na resolução de problemas. No questionário socioeconômico, eles fornecem informações sobre fatores de contexto que podem estar associados ao desempenho.

Professores e diretores das turmas e escolas avaliadas também respondem a questionários que coletam dados demográficos, perfil profissional e de condições de trabalho. 

No caso da Prova Brasil, ainda pode ser observado o desempenho específico de cada rede de ensino e do sistema das escolas públicas urbanas e rurais do país como um todo. As avaliações do Saeb são realizadas a cada dois anos. 
 
Preparação 
Durante todo o ano, a Secretaria de Educação vem desenvolvendo atividades que contemplam habilidades do Saeb, como simulados, aulas especificas, provas direcionadas e capacitação dos professores, além do trabalho de divulgação da prova, reforçando a importância da participação dos alunos.

Divulgação PMIIMG 4012

“O Saeb tem como objetivo acompanhar a qualidade do ensino básico das escolas públicas de todo o país. Além de detectar os problemas incidentes no ensino, também propõe definir ações para corrigí-los ampliando a discussão sobre as condições e os fatores que afetam a Educação no Brasil. Dado a importância da ferramenta, o município investiu na aprendizagem dos conteúdos, durante todo o ano, com os nossos alunos em buscas de bons resultados”, detalhou a secretária de Educação, Eva Sônia Rodrigues. 

Para a gerente da Seção de Ensino Fundamental, Eryka Verônica Oliveira de Aredes Teixeira, “a avaliação é uma forma de dialogar com os alunos sobre a responsabilidade de participar do exame, porque o estudante precisa entender que a prova é coletiva e o resultado vai expressar a sala, a escola, o município. É necessário que ele saiba que tem condições de responder, de atender às necessidades da prova”, disse. 

As provas começaram a ser aplicadas no dia 28 de outubro e vão até o dia 8 de novembro, seguindo o cronograma enviado pela Secretaria de Estado de Educação. 
 



Publicidade