Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Dupla assalta estabelecimento comercial e leva mais de R$ 25 mil em Ipatinga

    Um dos indivíduos foi preso e reconhecido pelos funcionários do local

    Por Plox

    05/11/2021 12h12 - Atualizado há 25 dias

    Na tarde dessa quinta-feira (4), dois assaltantes levaram mais de R$ 25 mil e três celulares de uma loja no bairro Jardim Panorama, em Ipatinga, Minas Gerais. Os dois estavam armados e exigiram que o cofre fosse aberto. Depois da ação, eles fugiram e um dos homens foi encontrado pela polícia.

    Uma das vítimas relatou que dois indivíduos entraram no estabelecimento como se fossem clientes e solicitando informações e preços de alguns materiais. A vítima ainda informou que, no momento em que mostrava os materiais solicitados aos supostos clientes, o segundo indivíduo levantou a camisa mostrando-lhe uma arma de fogo, que aparentava ser um revólver calibre.38, pequeno, velho e um pouco enferrujado e anunciou o roubo.

    Os assaltantes exigiram que ele fosse para o fundo da loja e se juntasse aos demais funcionários. Já nos fundos, os autores subtraíram um Iphone 12 Pro Max de cor branca, um Smartphone Samsung M32 de cor azul e um Smartphone A31 de cor preta.

    Em seguida, foi determinado que todos os funcionários subissem as escadas que dão acesso ao piso superior da loja. Ao chegar no lugar, um dos  autores permaneceu na escada intimidando as vítimas, sempre com a mão sob a camisa simulando está armado.

    Já o outro homem, após avistar no interior do escritório um dos funcionários, ele entrou no local portando uma arma de fogo exigiu que a vítima abrisse o cofre. Mesmo com a insistência, o homem negou a existência de cofre no local, contudo, o autor passou a agredi-ló com socos e chutes, dizendo que se não abrisse o cofre iria matá-lo. Assim, a vítima abriu o cofre existente no local e o autor retirou uma bolsa de couro na cor marrom contendo a quantia de U$4 mil dólares e a quantia aproximada de R$ 25 mil em espécie.

    Ainda conforme as vítimas, enquanto ocorria o roubo, um cliente entrou na loja, contudo, ao perceber o que estava acontecendo, saiu correndo. Em seguida, temendo que a polícia pudesse ser acionada, os autores deixaram a faca no local e fugiram em uma motocicleta de cor cinza, saltando o canteiro da Avenida JK e seguindo pela rua Passo Fundo, sentido bairro Canaãzinho, levando o dinheiro e os pertences de uma das vítimas. 

    Segundo o relato do proprietário, a quantia roubada, em reais, seria para realizar o pagamento mensal dos funcionários do estabelecimento. Questionado sobre a possibilidade de um dos autores terem conhecimento prévio sobre os valores em dinheiro ali guardado, ele afirmou ser impossível, pois somente ele teria conhecimento desses valores e do local onde o cofre está localizado. 

    No estabelecimento existem câmeras de filmagens que gravaram toda a ação. Através das imagens do estabelecimento, os militares conseguiram identificar a motocicleta através da placa e pelas imagens também identificaram os autores. Ao se deslocar até a casa do proprietário da moto, ele relatou que a motocicleta era de sua propriedade, mas foi vendida. 

     

    Foto: Reprodução/ Google Street View

     

    Uma das vítimas, proprietária de um dos celulares roubados, avisou que teria achado o aparelho após realizar um rastreamento. Os militares, deslocaram até o local e encontraram em um lote vago e encontraram um dos aparelhos roubados. 

    Ao passar perto de um bar, a polícia avistou um dos suspeitos, que foi abordado e preso. Durante busca pessoal, foi encontrado em seu bolso a quantia de R$100,00 e um pino de cocaína. Os militares deslocaram até a casa do autor e encontrou em cima do guarda roupas, um revólver calibre.32, pequeno, velho e um pouco enferrujado, carregado com quatro munições cal.32 intactas, com as mesmas características da ama de fogo usada para cometer o roubo. 

    No quarto dos pais do suspeito, foi encontrada em uma das gavetas, uma porção de cocaína e de baixo da mesma cômoda, foi encontrado um revólver, cal.38, carregado com duas munições picotadas, mas não deflagadas. Os pais do autor, foram questionados sobre os materiais encontrados em seu quarto e disseram desconhecer a origem. 

    Também foram recolhidos na casa, um par de tênis e uma calça jeans escura, sendo estes vestuários parecidos com as vestes do autor. No posto policial, as vítimas reconheceram o revólver cal.32 como o utilizado no roubo, bem como o celular encontrado. Também reconheceram as vestes como muito parecidas com as roupas usadas pelos autores no momento do roubo. 

    Na sequência, foi realizado o reconhecimento pessoal do suspeito como autor que estava na motocicleta com a camisa cinza de mototáxi. O homem confessou a prática do crime, informando que o outro homem teria o procurado por volta do horário do almoço já com todas as informações do  roubo que iriam praticar. 

    Ainda de acordo com ele, os dois fugiram de motocicleta e no percurso ele mesmo teria lançado a camisa cinza de mototáxi em um matagal, e, na sequência, o segundo autor dispensou os dois celulares (tendo apenas um deles sido localizado). O homem ainda teria fugido com o terceiro celular e todo o dinheiro subtraído, com a promessa de que iria lhe entregar a sua metade do dinheiro quando retornasse para buscar a arma calibre.38 e a droga. 

    Os militares seguem em rastreamento com intuito de localizar e efetuar a prisão do segundo autor envolvido no roubo. 

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]