EPTOM abre inscrições para o Jovem Aprendiz

06/02/2019 06:27

Expectativa da Secretaria de Assistência Social de Ipatinga é que mil jovens se apresentem para a disputa de vagas

Publicidade

Vai até o dia 28 de fevereiro o prazo de inscrições para o Processo Seletivo do Cadastro de Reserva de Aprendiz 2019 da Escola Profissionalizante Tenente Oswaldo Machado (EPTOM). O município custeia o programa em termo de colaboração firmado com a instituição por meio da Secretaria de Assistência Social de Ipatinga. O edital para a seleção está disponível no site www.eptom.webnode.com.br. Os interessados devem preencher a Ficha de Inscrição na sede da escola, que fica na rua Edgard Boy Rossi, 170, no Centro, atrás ao lado da Prefeitura. O horário de atendimento é de 8h às 11 e de 13h às 17h.

Os aprovados no Processo Seletivo serão encaminhados a empresas parceiras da instituição que estejam com vagas em aberto. As provas serão realizadas no dia 8 de março, envolvendo questões de Português, Matemática e Conhecimentos Gerais. Os candidatos que passarem da primeira fase serão submetidos a um teste psicológico no dia 13 de março, e no dia 15 farão a entrevista de avaliação na EPTOM. Os resultados deverão ser acompanhados no site da instituição.

Pré-requisitos e documentação

Para participar do processo, os interessados devem ter nascido no período de janeiro/2001 a janeiro/2003 (entre 16 e 18 anos); estar matriculados e frequentando o Ensino Médio ou já terem concluído; ter disponibilidade para fazer o curso na EPTOM no período da tarde. No ato da inscrição o estudante deve levar a carteira de identidade; CPF; carteira de trabalho (em nenhuma hipótese será feita inscrição sem este documento); comprovante de escolaridade: declaração de matrícula ou de conclusão do Ensino Médio e comprovante de endereço.

O candidato que necessitar de qualquer condição especial para realizar a prova deverá fazer o requerimento no momento da inscrição, apresentando comprovação (laudo médico). Ao final o interessado receberá o Protocolo de Inscrição com o horário da prova.

Segundo a coordenadora da EPTOM, Cleoneide Oliveira, a expectativa é que sejam feitas pelo menos mil inscrições. A previsão é de que os novos selecionados sejam chamados em abril. “Nós iremos repor alguns aprendizes que já estão com contrato vencendo, em abril. Outros serão aproveitados em agosto. As empresas têm percebido que o programa de aprendizagem é uma possibilidade de conhecer melhor os futuros profissionais. O Jovem Aprendiz permite uma mão de obra de pessoas que nunca trabalharam e estão bem propensas a assimilar a rotina da empresa. Isso é uma vantagem para o empregador, que pode contratar o aprendiz após ou até durante o programa”, explica Cleoneide.

Os aprendizes são contratados no regime da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), devendo cumprir 4 horas por dia. Têm a carteira assinada, com salário proporcional ao período trabalhado, direito a férias, 13º salário e vale-transporte.

Exemplo

A Prefeitura de Ipatinga tem sido um grande exemplo na contratação dos aprendizes. Atualmente, são 30 jovens contratados, que trabalham em diversos setores da administração pública. Eles podem ser vistos em todas as secretarias municipais - no prédio da PMI, na Estação Memória, na Biblioteca, no Banco de Alimentos e no pátio da Suplan, no bairro Cidade Nobre, entre outros locais do setor público.

As contratações foram feitas usando o banco de reservas da EPTOM, que mantém anualmente um termo de colaboração com o município. Todo o investimento é usado para o custeio do Programa Jovem Aprendiz. A secretária-Adjunta da Secretaria Municipal de Assistência Social, Cláudia Castro, explica que a finalidade do termo de colaboração é atender, sobretudo, os aprendizes que estão inseridos nos serviços dos Centros de Referência de Assistência Social, instituições de acolhimento e Centro Socioeducativo.

c

Jovem Aprendiz foi o primeiro emprego de Ricardo Souza Araújo, 18 anos, que realiza tarefas na Secretaria de Assistência Social

 

“São adolescentes de famílias vulneráveis e, não fosse essa parceria da Prefeitura de Ipatinga com a EPTOM, esses meninos não estariam inseridos como aprendizes. Então este termo de colaboração viabiliza a absorção destes meninos e meninas, e eles têm também no setor público uma boa escola de trabalho”, esclarece Cláudia, acrescentando que a administração municipal tem obtido um resultado positivo nas contratações.

“Esses adolescentes muitas vezes chegam tímidos, sem saber como lidar com os desafios do espaço de trabalho, e eles vêm sendo preparados nesta convivência conosco. Assim muitos têm conseguido uma boa colocação no mercado de trabalho”, observa.

Primeiro Emprego

O Jovem Aprendiz é o primeiro emprego de Ricardo Souza Araújo, de 18 anos. Ele foi encaminhado a uma vaga na prefeitura pelo Centro Socieoducativo. Está há um ano e três meses na recepção da Secretaria Municipal de Assistência Social. Na repartição ele aprendeu vários ofícios, como atender telefone, receber e enviar ofícios aos diversos setores do prédio da PMI, além do atendimento à população. “Quando fiquei sabendo desta vaga eu ainda estava apreendido no Centro Socieducativo. Fiquei muito feliz em poder aprender algo novo e ter um futuro diferente. Agora, eu já sei fazer várias tarefas no meu serviço e conheci pessoas ótimas que ajudaram nos meus estudos. Paulo (colega de trabalho) foi quem me ajudou a passar para o terceiro ano”, relata.

“Ricardo é um companheiro nosso, educado e muito prestativo”, elogia o servidor Paulo Lúcio Braga.



Publicidade