Concurso da PM de São Paulo é cancelado após falhas na aplicação das provas

Candidatos enfrentam atrasos e falta de exames, levando ao cancelamento do teste

Por Plox

06/02/2024 13h56 - Atualizado há 4 meses

A aplicação das provas do Concurso da Polícia Militar de São Paulo (PM SP), que estava programada para o último domingo (04), foi abruptamente cancelada devido a uma série de problemas logísticos, incluindo atrasos e a falta de provas em diversos locais. Segundo relatos dos candidatos nas redes sociais, os fiscais interromperam as avaliações horas depois de seu início, solicitando que todos acompanhassem o site da organizadora Vunesp para novas informações. A medida afeta milhares de candidatos que concorrem a 2.700 vagas para soldado, com salários iniciais de até R$ 4.000.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Em diversos polos de aplicação espalhados por 37 municípios do Estado de São Paulo e em 14 capitais de outros estados, inscritos relataram não apenas a ausência de cadernos de exames mas também mudanças inesperadas nos locais de prova. Alguns candidatos foram informados sobre o cancelamento do concurso apenas três horas após o início das provas, evidenciando a desorganização e os problemas logísticos enfrentados pela Vunesp na execução do concurso.

Até o momento, nem a Polícia Militar de São Paulo nem a Fundação Vunesp emitiram comunicados oficiais detalhando as causas do problema ou orientações específicas para os candidatos afetados.

Foto: Divulgação/Freepik

A Vunesp, porém, confirmou que está investigando os incidentes ocorridos durante a aplicação das provas e prometeu divulgar uma nova data para a realização do concurso.

Destaques