Momentos de alegria transformam-se em luto após queda de fio de alta tensão em piscina

Filha e netos, que morrerem eletrocutados em piscina, enviaram fotos momentos antes

Por Plox

06/02/2024 08h15 - Atualizado há 4 meses

Em uma chácara em Rio Branco do Sul, no Paraná, uma confraternização familiar terminou em tragédia na tarde de domingo, quando Roseli da Silva Santos, Emily Raiane de Lara, e o adolescente Agner Cauã Coutinho dos Santos foram vítimas fatais de um acidente chocante. Ivone da Silva Santos, mãe e avó das vítimas, relatou ao G1 a alegria que sentiu ao receber fotos e vídeos dos seus entes queridos momentos antes do acidente, destacando a felicidade que permeava o encontro familiar. A tragédia ocorreu quando um galho de pinheiro, impulsionado por fortes ventanias, atingiu a fiação elétrica acima da piscina, fazendo com que um cabo de alta tensão se rompesse e caísse na água, eletrocutando fatalmente três pessoas que ali estavam.

Reprodução Redes Sociais 

Uma Tragédia Anunciada

O incidente ocorreu em um dia sem chuva, mas com ventos fortes o suficiente para causar o desastre. Além das três mortes, nove pessoas ficaram feridas, incluindo um adulto em estado grave e cinco menores com ferimentos de leves a moderados. A chácara, alugada para o evento, estava cheia, com cerca de 40 convidados presentes.

Esforços de Resgate e Consequências

Os bombeiros enfrentaram dificuldades para chegar ao local do acidente devido à falta de informações precisas sobre a localização da chácara. Um helicóptero foi enviado para auxiliar na ocorrência, mas não pôde pousar devido às condições climáticas adversas. A Polícia Civil irá investigar as circunstâncias do acidente para apurar responsabilidades.

A Companhia Paranaense de Energia (Copel) se manifestou sobre o ocorrido, indicando que a rede elétrica da região, com mais de 40 anos, recebia manutenção regular. No dia do acidente, ventos de até 40 km/h foram registrados, o que pode ter contribuído para a queda do galho sobre a fiação elétrica.

Destaques