Investigação conclui que Jéssica foi quem espalhou prints falsos de conversas com Whindersson Nunes

Polícia Civil de Minas Gerais Conclui Investigação Sobre Morte de Jovem Influenciada por Ataques Virtuais

Por Plox

06/03/2024 13h34 - Atualizado há 5 meses

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) anunciou a conclusão das investigações sobre o trágico suicídio de Jéssica Vitória, de 22 anos, que ocorreu no dia 23 de dezembro de 2023. A jovem foi vítima de uma série de ataques virtuais após a divulgação de notícias falsas envolvendo seu nome e o do humorista Whindersson Nunes. 

As investigações conduzidas pela Delegacia de Homicídios da 4ª DRPC em Araguari apontaram uma jovem de 18 anos, residente em Rio das Ostras, Rio de Janeiro, como autora das mensagens de ódio que culminaram no suicídio de Jéssica.

Foto: Reprodução

 

Durante uma coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira, a PCMG revelou também que os prints que deram origem à polêmica foram, de fato, criados por Jéssica Vitória. Ela teria iniciado a narrativa ao criar perfis falsos e buscar páginas de fofoca para divulgar conversas falsas com Nunes, visando a propagação desses rumores.

Até então, o perfil Choquei, que havia repercutido as supostas conversas, vinha sendo responsabilizado pela tragédia. No entanto, após prestar esclarecimentos à polícia e apresentar documentos e provas que ajudaram a esclarecer os fatos, o perfil emitiu uma nota expressando solidariedade à família de Jéssica e informando uma pausa nas atividades como sinal de respeito. Além disso, o Choquei anunciou estar passando por um processo de reavaliação interna para implementar filtros e códigos de conduta que previnam a repetição de episódios semelhantes no futuro.

Destaques