Israel bloqueia ajuda humanitária enviada pelo Brasil na Faixa de Gaza

Filtros de água e medicamentos são retidos em fronteira com Egito

Por Plox

06/03/2024 06h09 - Atualizado há 4 meses

o Exército israelense está bloqueando a entrada de centenas de caixas de ajuda humanitária, incluindo 30 caixas enviadas pelo Brasil contendo filtros de água e freezers. O impedimento foi denunciado pelo deputado italiano Angelo Bonelli, que registrou o material retido na fronteira de Rafah, com o Egito. "Há uma situação catastrófica. Dois mil caminhões estão bloqueados há mais de um mês, aguardando para entrar em Gaza com ajuda humanitária", destacou Bonelli, integrante do Partido Verde.

Foto: reprodução vídeo / Angelo Bonelli

 

Além das contribuições brasileiras, quase 400 caixas com doações de países como França, Alemanha, Kuwait, Singapura, Espanha, Itália e Arábia Saudita estão sendo mantidas em um galpão da Cruz Vermelha na cidade egípcia de Al Arish. Os itens retidos incluem desde cilindros de oxigênio e camas hospitalares até incubadoras e painéis solares. Curiosamente, até biscoitos de chocolate foram rejeitados sob a alegação de não serem de necessidade básica.

O bloqueio ocorre em um contexto de crise humanitária aguda na Faixa de Gaza, exacerbada pelos 150 dias de conflito entre Israel e o Hamas, que resultaram em mais de 30 mil mortes e cerca de 72 mil feridos, segundo o Ministério da Saúde da Palestina. A gravidade da situação é sublinhada pela morte de pelo menos 12 crianças em um hospital pediátrico e relatos de subnutrição aguda em uma em cada seis crianças menores de 12 anos no enclave palestino.

Foto: reprodução vídeo / Angelo Bonelli

 

A decisão do Exército israelense de rejeitar a ajuda humanitária, alegando riscos à segurança do país, tem sido alvo de críticas e lamentações. "A ONU sabe o que está acontecendo, mas não pode fazer nada, pois a decisão final cabe ao Exército de Israel", lamenta Bonelli, apontando para a inação internacional frente ao bloqueio. Este episódio contribui para o isolamento internacional do governo de Benjamin Netanyahu, especialmente após as críticas recentes de aliados e o aumento das tensões diplomáticas com o Brasil.

Destaques