Justiça pode apreender passaporte de Neymar em disputa de paternidade

Modelo Húngara Aciona Ministério Público de São Paulo para Investigação sobre Filha do Jogador

Por Plox

06/03/2024 13h54 - Atualizado há 5 meses

Neymar Jr., o renomado jogador brasileiro, enfrenta a possibilidade de ter seu passaporte apreendido pelo Ministério Público de São Paulo. A medida é parte de uma solicitação feita por Gabriella Gáspár, modelo húngara e mãe de uma criança que alega ser filha do atleta. O advogado Angelo Carbone, representando Gáspár, instaurou um pedido de inquérito para confirmar a paternidade, buscando também medidas legais que restrinjam a movimentação internacional do jogador.

 Neymar pode ser procurado pelo Ministério Público de São Paulo  Reprodução/Instagram

Detalhes do Processo e Pleitos

A ação jurídica visa obrigar Neymar a fornecer dados pessoais, como endereço e contatos, tanto no Brasil quanto no exterior, uma vez que, segundo alegações, ele estaria evitando ser localizado para não assumir responsabilidades parentais. Gáspár já havia iniciado um processo no Brasil, reivindicando a realização de um teste de DNA e a fixação de uma pensão alimentícia mensal no valor de R$ 160 mil, além de um acerto retroativo que alcança aproximadamente R$ 20 milhões.

Família de Neymar Pode Crescer

O jogador do Paris Saint-Germain e da Seleção Brasileira, já reconhecido como pai de Davi Lucca e da recém-nascida Mavie, enfrenta alegações que o colocariam como pai de até quatro crianças. A suposta paternidade de Jazmin Zoé, de dez anos, e de um futuro herdeiro, fruto da relação com a modelo e influenciadora Amanda Kimberlly, conhecida como Kim, adiciona novos capítulos à vida pessoal do atleta.

Destaques