Lula e Presidente da Espanha discutem acordos e crises globais em encontro em Brasília

Visita de Pedro Sánchez marca diálogo sobre Mercosul, guerra em Gaza e investimentos espanhóis no Brasil.

Por Plox

06/03/2024 11h04 - Atualizado há 4 meses

Em um encontro significativo realizado nesta quarta-feira (6) em Brasília, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu Pedro Sánchez, presidente da Espanha, para discutir uma ampla gama de tópicos cruciais, incluindo as negociações comerciais entre o Mercosul e a União Europeia, além de crises internacionais como a guerra entre Israel e Hamas e o conflito na Ucrânia. Este evento marca a primeira visita oficial de Sánchez ao Brasil desde a posse de Lula, sinalizando um esforço conjunto na abordagem de questões de relevância global e bilateral.

 

Foto: Ricardo Stuckert/PR

Acordo Mercosul-União Europeia: Uma Negociação em Espera

Central para as discussões foi o prolongado impasse no acordo comercial entre o Mercosul e a União Europeia, um tema que Lula, durante sua presidência interina do Mercosul no ano anterior, buscou avançar sem sucesso devido à falta de flexibilidade por parte dos europeus. Com o Paraguai atualmente na presidência rotativa do Mercosul, a esperança persiste de que um avanço possa ser alcançado, embora as negociações permaneçam suspensas à espera das eleições parlamentares europeias de junho.

Guerra em Gaza: Um Chamado ao Respeito pelos Direitos Humanos

Outro ponto de preocupação conjunta foi a situação em Gaza, onde Lula denunciou as ações do exército israelense como genocídio contra o povo palestino. Espanha e Brasil compartilham uma postura crítica em relação às operações militares em Gaza, com a Espanha solicitando à Comissão Europeia uma investigação urgente sobre possíveis violações dos Direitos Humanos por Israel na região.

Compromissos Bilaterais e Investimentos Espanhóis no Brasil

A agenda do encontro incluiu uma cerimônia de boas-vindas, uma reunião bilateral, e posteriormente, um encontro com empresários espanhóis, destacando a forte relação econômica entre os dois países. Com investimentos espanhóis no Brasil estimados em US$ 59 bilhões, principalmente nos setores de energia, bancário e telecomunicações, a Espanha se consolida como o segundo maior investidor no país.

O dia prosseguiu com a assinatura de atos conjuntos e uma declaração à imprensa, culminando em um almoço no Palácio do Itamaraty. Sánchez também teve uma reunião agendada com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, enfatizando a importância das relações diplomáticas e comerciais entre Espanha e Brasil.

Destaques