Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    25 pessoas morrem em operação da Polícia Civil no Rio de Janeiro

    Um policial civil e 24 suspeitos morreram na operação, passageiros foram baleados no metrô

    Por Plox

    06/05/2021 16h20 - Atualizado há 5 meses

    Na manhã desta quinta-feira (6), uma operação da Polícia Civil contra o tráfico de drogas no Jacarezinho, na Zona Norte do Rio de Janeiro, deixou um policial civil e 24 suspeitos mortos, além de dois passageiros que foram baleados no metrô.

    Segundo informações, o policial André Frias foi baleado na cabeça e morreu no local. 24 pessoas suspeitas de envolvimento com tráfico de drogas também morreram. Durante o tiroteio, dois passageiros que estavam dentro de um vagão da linha 2, na altura da estação Triagem foram baleados.

    O acidente ocorreu “após o vidro de uma das composições aparentemente ser atingido por projétil vindo da área externa”. A empresa, MetrôRio, informou que a Linha 2 chegou a ter a operação interrompida, “devido a um intenso tiroteio na região”, mas já voltou a funcionar.

     

    Foto: Reprodução TV Globo

    Os passageiros foram imediatamente atendidos pelas equipes da estação e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado. Um deles foi atingido de raspão no braço e levado para o Hospital Municipal Souza Aguiar. O outro, ferido por estilhaços de vidro, foi levado para o Hospital Municipal Salgado Filho.

    Um morador da comunidade, que estava dentro de casa, foi atingido no pé. Dois policiais civis saíram feridos.

    Este é o maior número de mortes em operação da polícia desde julho de 2016 de acordo com a plataforma digital Fogo Cruzado, que registra dados de violência armada. 

    Há grande tensão na região. Segundo o Corpo de Bombeiros, os ferimentos de dois passageiros que foram baleados no metrô fez com que uma ambulância fosse chamada para socorrê-los.

    Essa ação na comunidade faz parte da Operação Exceptis, coordenada pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente. Denúncias de que bandidos estavam matando moradores da comunidade e sumindo com seus corpos levaram a polícia a realizar essa operação. De acordo com a Polícia Civil, os parentes não conseguem fazer o sepultamento dos corpos das vítimas. Os criminosos também são acusados de obrigar moradores a deixarem suas casas.

    Foto: Marcelo Camargo/Agencia Brasil

    Uma moradora da comunidade, cuja identidade não foi divulgada para garantir sua segurança, falou a um site que a situação é tensa no local. “São muitos policiais entrando aqui no Jacarezinho. São muitos. É desesperador. São grupos com mais de dez espalhados. Tem blindado, tem helicóptero, teve tiro, teve bomba. Ninguém consegue sair para trabalhar. Dá muito medo”, disse.

    As denúncias acusam ainda os criminosos de sequestrar trens da Supervia e de roubar pedestres e cargas. Vinte e um bandidos foram reconhecidos, de acordo com a Polícia Civil, como os "responsáveis por garantir o domínio territorial da região com utilização de armas de fogo".
    Os dois policiais que se feriram na operação são da Core (Coordenadoria de Recursos Especiais) e na Dcod. Já o policial morto no confronto é também da Dcod (Delegacia de Combate às Drogas)
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]