Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Delegado detalha feminicídio de jovem em Ipatinga; “um dos piores que já vi”

    Em entrevista coletiva, o delegado contou como ocorreu o crime e a prisão dos autores

    Por Plox

    06/05/2022 18h08 - Atualizado há cerca de 2 meses

    Na manhã desta sexta-feira (6), o delegado Marcelo Marino, da delegacia de homicídios de Ipatinga, Minas Gerais, detalhou a investigação sobre o feminicídio da jovem Emanuela Souza Lima Ribeiro, de 22 anos, encontrada morta e sem roupas às margens do Ribeirão Ipanema, próximo ao bairro Iguaçu.

    Veja o vídeo:

     

    De acordo com o delegado, a vítima foi torturada e estuprada por dois indivíduos , um homem de 29 e outro de 52 anos. Ambos foram presos. “Esse é um crime gravíssimo, um dos piores que eu já vi, em 27 anos da minha carreira. Um dos piores”, disse o delegado ao Plox.

    Foto: Marcelo Augusto / Plox

     

    Próximo do local onde o corpo foi localizado, foram encontrados três preservativos e um vidro de creme, sendo recolhidos. Segundo a PM, posteriormente a perícia constatou que no corpo de Emanuela havia ferimentos compatíveis com estrangulamento.

    Prisão

    Durante os trabalhos de rastreamento, um dos suspeitos foi visto próximo à rua Maanaim e, ao perceber que seria abordado, fugiu sentido ao bairro Iguaçu, porém, foi encontrado e preso. Testemunhas relataram aos policiais quem seria o outro suspeito, que também foi localizado e preso pelos militares.

    Ainda segundo os policiais, ao ser verificada a bolsa do segundo acusado, foram localizados vários objetos pertencentes à vítima. Diante dos fatos, os indivíduos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]