Galo vence o Emelec e se classifica na Libertadores

Único gol do jogo foi marcado por Hulk, de pênalti

Por Plox

05/07/2022 21h06 - Atualizado há quase 2 anos

O Atlético venceu o Emelec, por 1 a 0, na noite desta terça-feira (5), no segundo jogo das oitavas de final da Copa Libertadores. O gol do time mineiro foi marcado por Hulk, de pênalti.

O primeiro tempo foi de domínio do Atlético, que não conseguiu transformar a superioridade em gol. O time da casa teve as principais oportunidades do jogo e conseguiu chegar bem pelas duas beiradas, já que o Emelec fechou bem o centro. 

Foto: Bruno Sousa / Atlético
 

 

Apesar de dominar as principais ações do jogo, o Atlético não conseguiu aproveitar bem as oportunidades para criar chances mais claras de gols, mas terminou o primeiro tempo parecendo cada vez mais próximo de balançar as redes. Os destaques da partida até então são os jovens Rubens e Calebe, pela proatividade em campo, e Mariano pela eficiência defensiva e ótimo apoio nos cruzamentos.

Foto: Bruno Sousa / Atlético
 

 

Na segunda etapa o Galo foi ainda mais para o ataque. O time alvinegro tentou encurralar o time do Emelec, mas acabou sofrendo com alguns contra-ataques. Contudo, em uma boa jogada de Hulk, o atacante atleticano tentou cruzar e a bola tocou no braço do zagueiro. Torcida e jogadores do Atlético ficaram pedindo pênalti. O VAR revisou o lance, mas entendeu que foi um lance normal.

Em mais um lance de pênalti, desta vez marcado pela arbitragem, Hulk foi para a bola e dessa vez ele aproveitou e marcou. O camisa 7 bateu no canto do goleiro adversário e abriu o placar do jogo, colocando o Galo à frente no agregado e encaminhando a classificação.

Após o gol, em um cruzamento de Mariano, Eduardo Sasha teve boa chance de matar o jogo, mas isolou a bola. O time do Emelec se desesperou. A equipe equatoriana começou a alçar bolas na área atleticana, mas todas as bolas facilitaram a defesa do Galo, que contou com zagueiros altos. Com o apito final, o Atlético garantiu uma suada classificação para as quartas de final da Libertadores.


 

Destaques