Ipatinga

estilo

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Você conhece a tradição dos anéis de formatura?

    Muitos dos anéis são utilizados seguindo conceitos da cultura oriental e estão ligados ao sucesso e reconhecimento profissional

    Por Plox

    06/08/2021 21h20 - Atualizado há cerca de 2 meses

    Segundo registros históricos, a tradição dos anéis de formatura remonta de 1835, quando as joias começaram a ser utilizadas na academia militar norte-americana de West Point. Símbolo de uma nova fase profissional, o anel representa a carreira a ser seguida e, originalmente, é adornado com uma pedra associada à profissão.
    Por exemplo, quem está se graduando em áreas das ciências biológicas costumam usar a esmeralda, enquanto os formandos em direito e jornalismo usam o rubi e os novos profissionais de ciências exatas utilizam a safira como pedra associada.

    Foto: reprodução/ Pixabay


    E, além das pedrarias, o anel de formatura tradicional costuma levar ornamentações em suas laterais com símbolos de cada profissão, tais como o Bastão de Asclépio para medicina, a letra psi do alfabeto grego para psicologia e a deusa Minerva para engenharia civil.
    Até hoje, os anéis são utilizados no dedo anelar esquerdo, seguindo conceitos da cultura oriental que estão ligados ao sucesso e reconhecimento profissional, e, principalmente no Brasil, são presenteados pela família em homenagem à conquista profissional.
    Porém, nos cursos menos tradicionais, e entre o público feminino, é cada vez mais comum observar algumas novidades entre essa joia, tais como o uso de pedrarias coloridas e modelos mais modernos e contemporâneos.
    Além disso, muitas formandas têm optado por outras joias para representar esse momento definitivo na vida. Os colares e brincos que levam as pedras-símbolo das profissões são cada vez mais comuns entre elas e aliam ousadia e legado.
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]