Ipatinga

saúde

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Prefeitura oferece atendimento multidisciplinar em residência para moradores com problema de mobilidade

    Assistência ocorreu após um levantamento que traçou o perfil dos moradores

    Por Plox

    06/09/2021 11h46 - Atualizado há cerca de 1 mês

    A Secretaria de Habitação (Semhab) está disponibilizando um serviço multidisciplinar domiciliar para os moradores dos residenciais entregues pela Prefeitura de João Pessoa. É o acompanhamento fisioterapêutico para as pessoas com problema de mobilidade. O trabalho começou pelos Residenciais Vista do Verde I e II, localizados no Bairro das Indústrias.

     

    Foto: Divulgação 


    A secretária de Habitação, Socorro Gadelha, explicou que essa assistência ocorreu após um levantamento que traçou o perfil dos moradores, onde se constatou que algumas pessoas precisavam deste tipo de acompanhamento. “Levamos muito a sério a orientação do prefeito de cuidar das pessoas e cuidar da cidade. Por isso, montamos uma equipe multidisciplinar com educadores físicos, fisioterapeuta, psicólogo e enfermeira para fazer um trabalho domiciliar com essas pessoas, dentro de um calendário de atividades estabelecido previamente”, informou.
     
    A iniciativa foi incorporada ao Programa Pós-ocupacional, que é executado pela equipe de trabalho técnico e social da Semhab. “O trabalho começou assistindo sete pessoas com quadros clínicos variados que moram nos residenciais. São jovens, idosos e adultos e a intenção é melhorar a qualidade de vida através dos exercícios físicos, tudo feito com acompanhamento e orientação de um fisioterapeuta”, ressaltou a secretária.
     
    O fisioterapeuta, Gabriel Gouveia, explicou que os exercícios vão proporcionar as pessoas melhorias na qualidade de vida. Cada morador atendido tem um tipo específico de comorbidade e, por isso, o atendimento é personalizado. “Estamos em período de pandemia, o que obriga essas pessoas a se recolherem em casa. Com o programa, elas vão poder ter uma qualidade de vida melhor, diminuindo as dores pelo corpo e melhorando a mobilidade”, frisou.
     

    Foto: Divulgação 


    Nildo Luiz, que é educador físico, informou que será feito o agendamento e cada pessoa terá uma planilha de exercícios individualizados, onde cada caso será trabalho dentro das necessidades e limitações do paciente. “Os pacientes têm doenças crônicas degenerativas e outros são idosos acometidos de AVC”, disse.
     
    Quem também faz parte da equipe multiprofissional é o educador físico Junior Black, que explicou que através de exercícios de alongamento, os participantes vão passar a ter uma vida mais ativa, deixando de lado o sedentarismo. “Vamos trabalhar dentro da limitação de cada pessoa, porque entendemos que cada um tem uma comorbidade diferente. Mas o importante é que vamos contribuir com a melhoria da qualidade de vida delas”, comentou.
     
    “A proposta do grupo multidisciplinar é trabalhar o lado físico e também fazer um acompanhamento psicológico. Vai ser um trabalho amplo, criando atividades que melhorem a coordenação motora e a memória, o que vai resultar em melhoria na qualidade de vida do paciente”, explicou a psicóloga Thâmara Gurgel.
     
    A enfermeira Joana Paula Valentin é moradora do residencial e voluntária dentro do projeto. “Vou acompanhar os exercícios e o dia a dia dos moradores. O grande objetivo dessa iniciativa é melhorar a vida dessas pessoas, que tanto precisavam dessa ajuda”, frisou.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]