Ipatinga aguarda orientações do Estado para a retomada das cirurgias eletivas

A retomada dos procedimentos deverá ser feita em conformidade com os números de estabilização da pandemia

Por Plox

06/10/2020 11h24 - Atualizado há 22 dias

A Prefeitura de Ipatinga aguarda, por parte do Governo do Estado, novas orientações para a realização das cirurgias eletivas. Desde março deste ano os procedimentos estão suspensos em função de recomendações feitas pela Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária e de acordo com Deliberação do Comitê Extraordinário Covid-19, diante dos riscos de contaminação da pandemia da Covid-19. 

Na última sexta-feira (2), a Secretaria de Estado de Saúde informou que para a realização das cirurgias eletivas será elaborada uma nova deliberação. A retomada dos procedimentos deverá ser feita em conformidade com os números de estabilização da pandemia em Minas Gerais. 

Cirurgias

A Deliberação 19 do Governo do Estado informa que “ficam suspensas, no Sistema Estadual de Saúde, as cirurgias e os procedimentos cirúrgicos eletivos em hospital, clínica e local em que seja prestado serviço público de saúde, enquanto durar o estado de calamidade pública”. 

Cirurgia eletiva 0Foto: Divulgação PMI

 

Além da recomendação de suspensão feita em Deliberação pelo Estado, em junho deste ano o Centro de Operações Emergenciais em Saúde (COES) ampliou a interrupção temporária das cirurgias eletivas. A questão colocada pelo COES é a dificuldade para aquisição de sedativos e relaxantes musculares que são utilizados em procedimentos cirúrgicos e também necessários para o tratamento da Covid-19 em casos mais graves. 

Mesmo durante o estado de calamidade pública, estão liberadas as cirurgias de urgência e emergência que chegam à Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), e também os procedimentos de alta complexidade, que envolvem as cirurgias cardíacas, oncológicas e neurocirurgias. 
 

PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2020