Entenda o processo de correção do Enem: da digitalização ao resultado final

Da leitura óptica ao modelo de TRI, saiba como são avaliadas as respostas objetivas e as redações do exame.

Por Plox

06/11/2023 07h29 - Atualizado há 8 meses

No cenário educacional, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) destaca-se como uma etapa crucial na vida de milhares de estudantes que buscam um lugar no ensino superior. A Agência Brasil explica que após a aplicação do exame, ocorre um processo minucioso de correção, que começa com a separação e digitalização dos cartões-resposta e das folhas de redação dos participantes, sob a vigilância constante de câmeras de segurança.

 FREEPIK

Correção Objetiva A avaliação das questões objetivas é realizada através de tecnologia de reconhecimento óptico, onde apenas as respostas marcadas corretamente e sem erros de preenchimento são consideradas. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) utiliza a Teoria da Resposta ao Item (TRI) para calcular as notas, considerando não só a quantidade de acertos, mas também a dificuldade das questões e o nível de habilidade do candidato. Assim, participantes com o mesmo número de respostas corretas podem alcançar pontuações distintas.

Avaliação da Redação Quanto à redação, a correção é feita por ao menos dois avaliadores, que julgam o texto com base em cinco competências, cada uma valendo até 200 pontos. A nota final é a média aritmética dessas pontuações. Em situações onde há grande discrepância entre as notas dos avaliadores, um terceiro corretor é convocado para definir o resultado mais justo. O desempenho final dos candidatos, combinando redação e questões objetivas, é divulgado na Página do Participante e no aplicativo do Enem, normalmente em janeiro após a aplicação do exame.

Importância do Procedimento Este procedimento garante uma avaliação equitativa e precisa das habilidades dos estudantes, permitindo que o Inep forneça um retrato fiel do desempenho dos candidatos. A integridade e a transparência deste processo são essenciais para a credibilidade dos resultados do Enem e, por extensão, para o acesso dos estudantes às instituições de ensino superior.

Destaques