Fernando Diniz divulga convocação da seleção com novidades para jogos contra Argentina e Colômbia

Endrick recebe primeira convocação enquanto Neymar e Casemiro ficam de fora por lesões

Por Plox

06/11/2023 14h22 - Atualizado há 8 meses

Na sequência de um triunfo histórico com o Fluminense na Libertadores, o técnico Fernando Diniz se volta para desafios internacionais ao divulgar sua terceira lista de convocados para a seleção brasileira. O anúncio veio recheado de surpresas e importantes desfalques para os próximos confrontos nas datas FIFA contra Colômbia e Argentina, a serem realizados no icônico estádio do Maracanã nos dias 16 e 21, respectivamente.

Foto: Vitor Silva/CBF

 

A grande revelação da lista é a inclusão do jovem atacante Endrick, de apenas 17 anos, do Palmeiras. O prodígio do futebol brasileiro, já amplamente cobiçado no cenário europeu, recebe sua primeira oportunidade de vestir a camisa da seleção principal.

Enquanto novos talentos ascendem, figuras consagradas como Neymar e Casemiro são baixas notáveis. Neymar, o camisa 10 da seleção, encontra-se em recuperação de uma cirurgia nos ligamentos do joelho, um revés que o afastará dos gramados por um período estimado entre seis e oito meses. Casemiro, por sua vez, atual capitão sob a gestão de Diniz, enfrenta uma lesão na coxa que o manterá fora de campo por algumas semanas, conforme comunicado pelo seu clube, o Manchester United. O lateral Danilo, outro jogador que seria opção para a convocação, também se encontra indisponível devido a uma lesão semelhante.

Os convocados incluem rostos familiares e talentos emergentes atuando em clubes de renome mundial. Os goleiros Alisson, Ederson e Lucas Perri garantem segurança sob as traves. Nas laterais, Emerson Royal e Carlos Augusto aparecem ao lado de Renan Lodi, prontos para defender e apoiar no ataque. A defesa se fortalece com Bremer, Gabriel Magalhães, Nino e Marquinhos. O meio-campo apresenta uma mescla de criatividade e força com André, Bruno Guimarães, Douglas Luiz, Joelinton, Raphael Veiga e Rodrygo.

A lista de atacantes, além do estreante Endrick, conta com Gabriel Jesus, Gabriel Martinelli, João Pedro, Paulinho, Pepê, Raphinha e Vinicius Junior, todos demonstrando habilidades para manter o poder ofensivo da seleção em alta mesmo na ausência de Neymar.

Com o olhar no futuro, Diniz prepara a equipe para os próximos desafios, e os jogos no Maracanã prometem ser o palco para testar a nova configuração da equipe brasileira diante de adversários tradicionais e técnicos.

Destaques