Operação policial captura 26 foragidos inscritos no Enem 2023

Ação nacional da Polícia Federal executa mandados de prisão em diversos estados, incluindo cinco em Minas Gerais

Por Plox

06/11/2023 15h01 - Atualizado há 8 meses

Em um esforço nacional para a segurança do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2023, a Polícia Federal (PF) desencadeou uma série de prisões, totalizando 26 foragidos da justiça que se inscreveram para realizar a prova. As detenções ocorreram em uma operação tranquila, assegurando a ordem durante o período de aplicação dos exames.

Foto: Arquivo Agência Brasil

A iniciativa foi parte da Operação Integrada de Segurança do Enem, sob a coordenação da Diretoria de Operações Integradas e Inteligência, vinculada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública. Este esquema contou com a participação ativa de mais de 800 agentes federais, atuando em conjunto nos estados e no Distrito Federal, com Minas Gerais registrando o maior número de mandados executados.

 

Distribuição dos mandados por estado

As prisões efetuadas abrangeram uma gama de infrações, com predominância nos casos de não pagamento de pensão alimentícia, que lideraram as estatísticas em diversos estados. Minas Gerais se destacou com cinco mandados cumpridos, incluindo delitos como corrupção de menores e lesão corporal. Os mandados atendidos em outros estados incluíram acusações graves, como lavagem de dinheiro, uso de documento falso, estelionato e até estupro de vulnerável.

 

Implicações da operação para o Enem

A operação assegurou que os mandados de prisão fossem executados sem interferir na realização do Enem, permitindo que o exame transcorresse sem incidentes. A eficácia da ação conjunta das forças de segurança ressalta o compromisso com a segurança pública e a justiça, mesmo em períodos de intensa mobilização nacional como o do Enem.

Destaques