Seguro de bicicletas ganha espaço no Brasil com 100 mil unidades protegidas

Com a pandemia impulsionando o uso de bikes, o serviço de seguro avança e reflete um mercado em crescimento

Por Plox

06/11/2023 07h59 - Atualizado há 9 meses

A prática do ciclismo no Brasil, que já contabiliza aproximadamente 40 milhões de bicicletas nas vias urbanas, evidencia um crescente interesse por seguros específicos para esses veículos. Dados recentes indicam um movimento significativo nesse mercado: só no último ano, os brasileiros investiram na compra de 3,77 milhões de bicicletas, realçando uma inclinação nacional ao uso da bike tanto para lazer quanto para mobilidade urbana.

 

Foto: Bike Zero / Divulgação

Adesão ao Seguro de Bikes

Neste contexto, o seguro de bicicletas vem conquistando os brasileiros. "Estima-se que cerca de 100 mil bicicletas já contem com seguros", afirma Jarbas Medeiros, presidente da Comissão de Riscos Patrimoniais Massificados da FenSeg. O interesse pelo serviço de seguros teve um salto no início da pandemia de Covid-19, período em que se notou um aumento significativo no uso das bicicletas em todo o país.

 

Custo do Seguro

A contratação de um seguro para bicicletas abrange diversos fatores, variando principalmente de acordo com o modelo da bike, uso e condições de armazenamento. "Uma bicicleta no valor de R$ 10 mil, por exemplo, pode ter um seguro anual em torno de R$ 800, incluindo proteção contra acidentes, roubo, danos a terceiros e assistência", informa Medeiros. Entre as principais seguradoras que oferecem o serviço, destacam-se Akad, Berkley Seguros, Porto Seguro e Sura Brasil.

 

Infraestrutura para Ciclistas

O país apresenta mais de quatro mil km de ciclovias, com São Paulo liderando o ranking com quase 700 km de vias dedicadas, seguido por Brasília e Rio de Janeiro com 475 km e 450 km respectivamente. Este dado ressalta a importância da infraestrutura para a segurança e promoção do ciclismo como forma de transporte e lazer nas cidades brasileiras.
 

Destaques