Grupo chinês anuncia investimentos em Minas Gerais

07/01/2020 19:57

Será o primeiro parque da China no Brasil. Inicialmente, a ideia é atrair empresas para formar um cinturão de fornecedores da XCMG

Publicidade

O governador Romeu Zema recebeu nesta terça-feira (7/1), na Cidade Administrativa, uma comitiva do grupo asiático Xuzhou Construction Machinery Group (XCMG). Com unidade em Pouso Alegre, no Sul de Minas, a fabricante de bens de capital acaba de abrir seu primeiro banco, também na cidade mineira, com um capital inicial de R$ 100 milhões. Os executivos chineses anunciaram, ainda, a criação de um parque industrial na área onde a fábrica está instalada. 

Será o primeiro parque da China no Brasil. Inicialmente, a ideia é atrair empresas para formar um cinturão de fornecedores da XCMG. Para isso, o presidente do grupo asiático, Wang Min, pediu a ajuda do governador na simplificação burocrática para a futura instalação das empresas chinesas no território mineiro.

China2

Foto: divulgação/Agência Minas
 

Confiança
O governador, além de agradecer a confiança dos executivos para investir em Minas, enfatizou que foi uma medida muito acertada do grupo chinês na abertura do banco, uma vez que os principais concorrentes da XCMG conseguem impulsionar os negócios por meio das vendas financiadas pelas próprias instituições financeiras. “Eu sou muito grato por vocês terem mantido o banco em Minas Gerais”, disse.

Romeu Zema explicou que, no primeiro ano da sua gestão, foram realizadas simplificações nas áreas tributária e de licenciamento ambiental para que o empresário não enfrente mais obstáculos dentro do estado. “Muitas das simplificações necessárias precisam de mudanças na legislação federal, de forma que os Estados ficam limitados. Mas o governo federal também está sensível à questão da desburocratização e, com toda certeza, neste ano o Brasil fará avanços significativos nesta direção”, afirmou.

Compromisso
O governador manifestou o total interesse de atrair para o estado novos investimentos chineses. “Tudo aquilo que estiver ao nosso alcance será feito para que vocês invistam mais e que inúmeros fornecedores venham se instalar em Minas Gerais”, enfatizou.

Romeu Zema também falou dos demais avanços alcançados em Minas Gerais. “Nós conseguimos reduzir os índices de criminalidade, temos melhorado a Educação e, além disso, melhorado as finanças do Estado. Criamos 140 mil empregos formais, o que representa um de cada sete empregos gerados no Brasil”, explicou.

O governador apresentou à comitiva, ainda, os números de atração de investimentos. “Minas Gerais atraiu R$ 56 bilhões em investimentos no ano passado. O último governo, em quatro anos, atraiu R$ 28 bilhões. Isso significa que, em um ano, nós fizemos o dobro do último governo”, comemorou.
Também participaram do encontro o secretário-geral, Igor Eto; o presidente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Sérgio Gusmão; e o chefe do gabinete do BDMG, Lucas Dibb.   
 



Publicidade