Palmeiras perde de 1 a 0 para o Tigres e é eliminado do Mundial

Além da chance de disputar título mundial, o Verdão perdeu uma boa grana em premiação

Por Plox

07/02/2021 17h15 - Atualizado há cerca de 3 anos

O Palmeiras perdeu de 1 a 0 para o Tigres-MEX e foi eliminado do Mundial de Clubes da FIFA. Além da chance de disputar título mundial, o Verdão perdeu uma boa grana em premiação.

O grande destaque da etapa inicial foi o goleiro Weverton, autor de três grandes defesas. O primeiro milagre foi logo no começo da partida, aos 3 minutos. Após cruzamento pela esquerda, González subiu mais alto que o zagueiro Luan e cabeceou com força, mas o camisa 1 se esticou todo e evitou o gol. 
Weverton voltaria a brilhar aos 33, quando Gignac recebeu dentro da área e chutou cruzado. Três minutos depois, o atacante francês voltou a parar no goleiro, desta vez em cabeçada perigosa. O Palmeiras chegou a ter mais posse de bola em alguns momento do primeiro tempo, mas enfrentou dificuldades de se aproximar da área mexicana. A principal oportunidade da equipe de Abel Ferreira foi aos 17, em arremate de fora da área de Rony. No rebote, quase na pequena área, Gabriel Menino mandou para fora, mas a partida já estava paralisada por impedimento.

Logo no início da etapa final o zagueiro Luan deu um puxão em González, dentro da área, e a arbitragem marcou pênalti. Gignac bateu firme no canto direito de Weverton, que quase fez a defesa. O Palmeiras não estava achando espaço para tocar a bola e ficava perdendo o emocional em campo.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

Na metade do segundo tempo a equipe mexicana controlava o jogo. No final da partida a situação inverteu, o Palmeiras teve mais a bola e atacou o Tigres tentando o empate, mas quando não era parado pela defesa, era a falta de pontaria que atrapalhava a equipe brasileira.

O Alviverde repetiu a campanha de insucesso de dois times brasileiros, que caíram nas semis, neste formato atual do Mundial: Atlético-MG caiu para o Raja Casablanca em 2013 e o Internacional perdeu para o Mazembe em 2010.
 

Destaques