Câmara de Ipatinga atua diretamente na retomada das obras do aeroporto, diz presidente

No fim do mês de janeiro, o presidente Toninho Felipe realizou um encontro com o objetivo de unir forças para dar início às obras definitivas de reforma do Aeroporto Regional do Vale do Aço

Por Plox

07/04/2021 19h25 - Atualizado há 15 dias

A Câmara de Ipatinga participou ativamente do processo que culminou na retomada das obras de restauração do pavimento da pista de pouso e decolagem do Aeroporto Regional do Vale do Aço, prevista para iniciar nesta quinta-feira (8). A informação foi divulgada na última segunda-feira (6), pelo Governo de Minas Gerais.

O presidente Toninho Felipe (Cidadania) promoveu junto com a Mesa Diretora uma reunião com lideranças e representantes de diversos setores de Ipatinga e demais cidades, com o intuito de discutirem ações efetivas para reversão do fechamento do local, uma vez que o município é um dos principais demandantes do transporte aéreo.

Foto: Divulgação

 

Estiveram presentes na reunião os demais parlamentares da Câmara Municipal, Gustavo Nunes (prefeito de Ipatinga), Ronan Fernandes Moreira (Superintendente do Aeroporto Regional do Vale do Aço), Renato Martins (chefe de gabinete da Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana do Vale do Aço), representantes das empresas Usiminas, Cenibra, Fiemg e Consul e entidades comerciais. As polícias Militar e Civil também participaram do encontro.

Para o presidente da Câmara, o Legislativo tem que sempre buscar ser o protagonista de ações que visam o desenvolvimento de Ipatinga.

“Esse é o tipo de debate que a Câmara de Ipatinga irá fazer na minha gestão. Dentro de um diálogo com todos os vereadores e a sociedade civil organizada, vamos discutir soluções eficazes para solução de problemas ícones na nossa cidade. O aeroporto não podia mais ficar fechado, e graças a essa união de forças recebemos a notícia do início das obras”, disse.

Também durante os dois primeiros meses deste ano, Toninho realizou alguns encontros externos, que tinham como pauta o início das obras do aeroporto. O presidente da Câmara foi, por diversas vezes, à capital mineira em agendas com deputados estaduais, na Assembleia Legislativa, buscando viabilizar essa reabertura.

Obras

Serão investidos R$13,2 milhões, sendo R$12 milhões vindos de repasse da União, por meio da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC), e R$ 1,2 milhão de contrapartida do Estado.

Foto: Divulgação

 

Será feita a restauração do pavimento da pista de pouso e decolagem, da área destinada aos veículos de táxi, do pátio de aeronaves, além da execução de uma nova sinalização horizontal dos locais mencionados. As obras foram programadas para começar após o período chuvoso, para garantir mais eficiência na realização. A previsão é que os trabalhos sejam finalizados em até 120 dias.

Plano diretor

Outro ponto amplamente discutido na reunião realizada em janeiro na Câmara de Ipatinga foi a contratação do Plano Diretor do Aeroporto Regional do Vale do Aço. A medida visa contribuir ainda mais para alavancar o desenvolvimento do aeródromo.

Conduzido pela Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana do Vale do Aço (ARMVA), o plano consiste em uma série de estudos e avaliações das potencialidades para o desenvolvimento do aeroporto. O documento vai orientar a captação de investimentos em expansão e modernização do equipamento.

A expectativa é que o Aeroporto Regional do Vale do Aço passe a ser o 2º maior no interior do estado, trazendo, entre outros benefícios, sustentabilidade financeira, ampliação das empresas aéreas que atuam regularmente no local – gerando competitividade e redução das tarifas - e a integração do Vale do Aço à malha aérea nacional.

“Esse anúncio do plano diretor em busca do desenvolvimento do aeroporto também foi uma questão que discutimos muito durante o nosso encontro. A região do Vale do Aço merece um equipamento moderno que traga ainda mais conforto para os usuários. A possibilidade de captar a vinda de outras companhias aéreas para operar no aeroporto também é um importante passo. Isso porque, com a concorrência, os preços das passagens ficarão mais acessíveis para a comunidade”, finalizou o presidente Toninho Felipe.

PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021