Ator mineiro Eraldo Fontiny falece precocemente e revela descontentamento com afastamento de colegas

"Quando não fiquei mais na mídia ou em foco, todos se afastaram. Poucos me convidaram para se apresentar junto com eles ou fazer novos projetos, principalmente aqui em BH”

Por Plox

07/05/2023 10h01 - Atualizado há cerca de 1 ano

Ator mineiro Eraldo Fontiny falece aos 41 anos e lamenta afastamento dos colegas de profissão

O ator e humorista mineiro Eraldo Fontiny, natural de Belo Horizonte, faleceu neste sábado, 6 de maio, aos 41 anos, após sofrer um mal súbito. Fontiny ficou conhecido nacionalmente por sua personagem Lili, que o levou a ser convidado para diversos programas de TV e a ganhar projeção no cenário artístico do país.

 

Ator Eraldo Fontiny, natural de Belo Horizonte, morreu neste sábado (6/5), aos 41 anos
divulgação

Desabafo nas redes sociais

Pouco antes de seu falecimento, Eraldo Fontiny expressou sua insatisfação em uma publicação no Instagram, datada de 29 de abril. O ator afirmou que muitas pessoas se afastaram dele após seu nome deixar de estar em evidência na mídia. "Quando não fiquei mais na mídia ou em foco, todos se afastaram. Poucos me convidaram para se apresentar junto com eles ou fazer novos projetos, principalmente aqui em BH”, disse Fontiny. No entanto, o ator também agradeceu o apoio de seus seguidores e expressou sua vontade de voltar a trabalhar nos palcos.

Carreira de sucesso

Eraldo Fontiny era formado em Artes Cênicas pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e atuou em diversos veículos de comunicação, como o Grupo Globo, RedeTV e SBT. Desde 2012, integrava o elenco do Programa Graffite, da rádio 98 FM, ao lado de Eduardo Schechtel, Leandro Nassif, Rodrigo Rodrigues e Rafael Mazzi. Anteriormente, trabalhou na rádio Extra FM.

Além de Lili, Fontiny deu vida a outros personagens marcantes, como Seu Manel, Marcos Paulo, Professora Mazzé e Meire Caixeta. O ator também fez parte do grupo paulista de teatro Terça Insana e do elenco do filme "Os Parças", ao lado de Whindersson Nunes, Tirulipa e Tom Cavalcante.

Apresentações marcadas

Apesar do desabafo sobre o distanciamento de seus colegas de profissão, Eraldo Fontiny tinha algumas apresentações agendadas com o espetáculo "Lili, minha mãe deixa". Uma delas ocorreria em 16 de junho no Cine Teatro Cuiabá, em Mato Grosso. No dia 6 do mesmo mês, o ator se apresentaria em um bar de Belo Horizonte, no bairro Serrano.

Destaques